Guia Prático das Empresas do Brasil para Empreendedores em 2020

por Fred Estante

Você sabia que existem mais de 43 milhões de empresas registradas no Brasil?

Isso mesmo! Hoje existem 43.887.851 empresas cadastradas na base do Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) da Receita Federal no Brasil?

Mas isso não é tudo.

O Brasil é um dos países com maior população e número de empresas no mundo.

Só tem um probleminha…. É praticamente impossível você encontrar algumas análises sobre o cenário do empreendedorismo aqui no Brasil.

Engraçado né?

É por isso que eu resolvi arregaçar as mangas e ir ao trabalho. E você vai se impressionar.

Hoje vamos explorar juntos todos as categorias que uma empresa têm com explicações muito simples e com um monte de gráficos para você descobrir o panorama das empresas do Brasil melhor que ninguém!

É o tipo da coisa que eu sempre tive muita curiosidade e nunca encontrei em lugar nenhum.

É muito frustrante.

A não ser, claro, que você seja uma daquelas empresas gigantes com um orçamento enorme que vemos por aí.

Elas têm para pagar centenas de milhares de reais naquelas análises de mercado que só as grandes consultorias de São Paulo conseguem fazer.

Imagino que esse não seja seu caso, né?

Não é o meu também, por isso que depois dessa frustração de não encontrar absolutamente nada disso, eu resolvi fazer esse trabalho enorme de compilar todas essas informações.

Foi bem trabalhoso, mas o resultado ficou simples e também muito poderoso que com certeza você vai curtir bastante.

Está aí, de presente pra você o resultado.

Vou começar te mostrando um panorama geral do empreendedorismo no Brasil. Eu acho fundamental qualquer empresário entender isso.

Depois, você vai olhar a fundo todas as categorias que uma empresa é classificada no Brasil:

  • Situação Cadastral
  • Porte
  • Optante pelo Simples Nacional
  • MEI
  • Natureza Jurídica
  • Situação Especial
  • Atividade Econômica e os CNAEs
  • E muito mais!

Ah, e se você ficar comigo até o final, lá guardei uma surpresa divertida.

São curiosidades muito interessantes que descobri durante todas essas semanas analisando esses dados. São achados e “pontos fora da curva” que vão te deixar de queixo caído.


E só pra deixar bem claro, todos esses dados aqui são super atualizados e oficiais (vieram direto da Receita Federal).

Tenho certeza que depois de terminar a leitura deste post você vai entender mais sobre o mercado brasileiro que 98% dos empresários por aí.

E é possível que só de ler esse post, você já vai descobrir novas oportunidades de negócio que nunca tinha pensado antes. Talvez venha a ideia milionária?

Eu descobri várias ideias fazendo essa análise.

Bora?

Como o empreendedorismo evoluiu no Brasil nas últimas décadas?

Conhece a história das empresas no Brasil?

Só de bater o olho no gráfico você já vai ter várias sacadas.

Aqui nessa primeira seção eu vou dar um panorama geral e histórico para mostrar como as coisas aconteceram por aqui desde que o Brasil começou a regulamentar a criação de empresas em 1965.

Ah, antes de continuar vale comentar que esta primeira análise é uma exceção. Porque vou focar este post nas empresas ativas, porque elas são o que realmente interessam. Nosso objetivo aqui é ganhar mais dinheiro, não é mesmo?

Então temos que ver as ativas, que realmente representam oportunidades de negócios.

Quantas empresas abrem no Brasil todos os anos? (2019 bateu recorde!)

Essa foi minha primeira curiosidade.

Você sabe dizer quantas empresas abrem e fecham no Brasil a cada ano?

Nesse primeiro gráfico aqui abaixo você pode ver ver o número de novas empresas abertas no Brasil, ano após ano desde 1965.

Atmosphere Novas Empresas por Ano no Brasil

A cada ano que passa no geral mais empresas abrem no Brasil do que no ano anterior.

Ali no gráfico dá pra ver uma tendência clara de crescimento de novas empresas no Brasil ao longo dos anos.

Em 2019 batemos o recorde de novas empresas abertas no Brasil: 3.262.986!

Sim, no Brasil nasceram mais de três milhões de empresas no ano passado. E vamos descobrir tudo sobre essas novas empresas nesse post.

Mas pera aí!

Talvez você não esteja acostumado a entender gráficos assim né?

Se você quer descobrir como extrair o máximo de informação desses gráficos e entender os diferentes tipos de gráficos, veja este artigo: Dominando os Gráficos para Tomar Decisões Inteligentes .

Como esse é o primeiro gráfico desse tipo no post eu vou explicar como você pode entender ele bem (e todos os outros gráficos de barras que vamos ver aqui no post). Caso você já seja acostumado a entender esses gráficos, pode pular os próximos dois parágrafos!

Esse é conhecido como um gráfico de barras. Nele o tamanho de cada barra representa o número de empresas que abriram em cada ano. Você consegue ver os anos no eixo de baixo (onde está escrito Ano), e a altura de cada barra corresponde ao número de empresas abertas no Brasil naquele ano. Você descobre o valor de cada barra olhando o número no eixo da esquerda (onde está escrito Número de Novas Empresas).

Bom, agora que você já consegue entender um gráfico de barras vamos analisar o que ele está nos dizendo (sim, eu converso com gráficos)!

Ah, e pode ficar confiante com esses dados daqui.

Porque eu fiz questão de fazer todas as análises com a última versão da base da Receita Federal, que foi publicada em 26 de Abril de 2020.

Fique de olho, porque só temos dados dos primeiros 4 meses do ano de 2020 (porque, bom, o resto de 2020 ainda não aconteceu) e por isso os dados de 2020 sempre estarão incompletos (e por isso, menores) nos gráficos.

Mas pode ter certeza que assim que saírem novos dados eu vou atualizar tudo aqui!

Tá, foi legal ver essa análise, mas isso não é tudo.

Na verdade, foi só o comecinho, agora vão começar os insights mais intensos!

Morte de empresas - Empresas que fecham também contam

Pra saber o que está acontecendo de verdade no Brasil é importante também olhar o número de empresas que fecham todos os anos.

Atmosphere Empresas Novas e Fechadas por Ano no Brasil

Não, não é um bug no gráfico!

A barra escura ali realmente aconteceu em 2008 e 2009.

Aqui dá pra ver bem o impacto das crises econômicas e políticas na abertura e fechamento de empresas do país.

Com certeza o pior momento para o empreendedorismo brasileiro até agora foi durante a crise econômica global de 2008 quando mais de 4 milhões de empresas fecharam no Brasil.

Também dá pra ver que outra grande onda de fechamento de empresas aconteceu durante a crise econômica e política entre 2015 e 2018.

Se você está curioso sobre isso, eu escrevi um post muito legal que analisa em detalhes o crescimento dos 21 setores da economia nas últimas décadas e como cada setor respondeu a essas duas crises . Foi muito feio.

E, infelizmente, um número muito grande de empresas vai fechar durante 2020 e nos próximos anos por conta dos impactos econômicos da crise do Coronavírus que já estão afetando muito o Brasil e o mundo.

Se você quer o gráfico atualizado com os impactos da crise do covid na abertura e fechamento de empresas, salve esse post nos seus favoritos porque vou atualizar esse post sempre que eu tiver novos dados da Receita Federal.

Então fique de olho aqui, porque assim que der eu vou analisar aqui os impactos dessa crise no Brasil.

Mas então, quantas empresas existem no total no Brasil?

Essa é uma pergunta que sempre tive curiosidade e resolvi garimpar nos dados pra gente descobrir juntos.

Preparei o gráfico abaixo para ver a evolução do número de empresas registradas no Brasil ano a ano desde 1965.

Atmosphere Total Empresas Registradas no Brasil

Reparou um crescimento enorme no total de empresas registradas no Brasil nas últimas décadas?

Hoje já são mais de 43 milhões!

Tá bom, eu sei que você quer o número exato: 43.887.581 empresas registradas no nosso país hoje.

Mas nem todas estas empresas estão em operação regular. Longe disso!

A Receita Federal classifica as empresas registradas em 5 categorias de situação cadastral (que vamos discutir já já na próxima seção).

Mas o que importa mesmo são as Empresas Ativas. São essas que nós fazemos negócios todos os dias!

Pensa na panificadora que você vai todos os dias comprar um pão quentinho, ou naquele restaurante gostoso que você adora ir comer com seus amigos e família, ou naquela lotérica que todos passamos para pagar as contas (e fazer aquele joguinho, claro).

Esses são exemplos de empresas ativas.

Então, o que importa mesmo para a economia são as empresas que estão ativas e em situação regular com a Receita Federal.

Se você quer prospectar clientes, ou entender o seu mercado, seus concorrentes, são essas que você tem que ficar de olho.

Porque a gente quer descobrir oportunidades pra ganhar mais dinheiro, então não adianta pegar esses dados todos acumulados com um monte de empresa inativa.

Vamos lá? (Me segue se concorda em ganhar mais ;)

Atmosphere Empresas Ativas por Ano no Brasil

Opa! Agora nossas análises começam a ficar bem mais interessantes.

Esse gráfico mostra o crescimento anual das Empresas Ativas desde 1965.

Viu o “dente” no meio do gráfico agora?

Apesar de a tendência ser bem positiva, o Brasil perdeu um número enorme de empresas durante a crise econômica global de 2008, e também durante a crise política e econômica que atingiu o pico em 2018.

Olhando o gráfico ali, dá pra ver que até 2008 estava tudo indo muito bem, crescimento anual constante e forte nas últimas décadas.

Até que a crise bateu na porta.

Veja o número de empresas ativas no Brasil entre 2006 e 2012.

Ano Empresas Ativas
2006 12.942.880
2007 13.471.241
2008 10.431.454
2009 11.016.414
2010 12.267.097
2011 13.721.798
2012 15.207.470

Tanto o gráfico quanto a tabela mostram que a gente vinha em um crescimento muito bom. Até que chegamos em 2008 e..

Atmosphere De Volta Para o Futuro Voltamos no Tempo Crise 2008

Em 2007 o Brasil estava com mais de 13 milhões de empresas ativas, e em 2008 perdeu mais de 3 milhões dessas empresas.

3 milhões parece um número enorme, né? E foi!

Durante este ano mais duro da crise o Brasil perdeu quase 23% de todas suas empresas ativas.

Praticamente 1 a cada 4 empresas quebraram.

E foi uma crise muito dura que demorou para fechar a ferida.

Só recuperamos a marca de 2007 de 13 milhões de empresas ativas de volta em 2011. 3 anos sofridos pra voltar ao mesmo nível.

E como é esse crescimento de empresas no Brasil?

Você viu o crescimento do número de empresas de uma maneira absoluta. Isso já dá uma visão geral muito boa.

Mas agora você vai ver essa evolução de uma maneira diferente.

Preparei pra você um gráfico que mostra esse mesmo crescimento anual das empresas ativas, mas sempre relativo ao ano anterior.

Atmosphere Crescimento Anual de Empresas Ativas no Brasil

A tendência das últimas décadas é muito positiva.

Nos últimos 53 anos, só em 2 anos diminuiu do número de empresas ativas.

Como a gente viu antes, esses únicos dois anos de contração no número de empresas ativas, foram nas crises de 2008 e 2018 .

E veja que mesmo com a tendência de desaceleração do crescimento (cada ano o crescimento percentual é menor que o ano anterior), o crescimento quase sempre foi positivo.

Ou seja, a cada ano existiam mais empresas ativas no Brasil.

Mas é importante deixar clara uma coisa pra você entender bem esse gráfico.

O eixo da esquerda tem valores positivos (parte de cima) e negativos (parte de baixo).

Então todo ponto que está na parte de cima o crescimento é positivo, e quando está na parte de baixo o crescimento é negativo, ou seja, uma redução.

Se ainda ficar com dúvida nessa parte, dá mais uma olhada no gráfico e comenta aqui embaixo do post nos comentários. Vou adorar tirar suas dúvidas.

E se você ainda não tá tão acostumado a olhar gráficos dá uma olhada nesse post bem simples pra você descobrir como entender muito bem vários tipos de gráficos.

Mas só entender esse crescimento relativo não vai dar tanta informação assim.

Também é muito importante comparar o crescimento com o número de empresas que já existem no Brasil, daí você vai ter umas sacadas interessantes.

Crescimento Caindo? Isso é ruim?

Veja que o que caiu ali é o Crescimento Percentual.

Com o passar do tempo vai ficar cada vez mais difícil ter um crescimento relativo muito grande porque já existem muitas empresas ativas!

Nos EUA, por exemplo, que tem uma economia mais madura e muitas empresas, crescer 5% o número de empresas é um resultado extraordinário.

É muito mais fácil você aumentar proporcionalmente um número menor de empresas (como era nas décadas passadas) do que um número enorme como temos hoje.

Pensa comigo, se você aumentar suas vendas de 10 itens por mês para 20, você cresceu 100%! Mas se aumentar de 100 para 110, também foram 10 itens a mais, mas aí você só aumento 10%. Fica mais difícil.

Agora, para encerrar essa seção de análises da evolução das empresas no Brasil eu fiz um vídeo muito legal do número de empresas ativas por estado desde 1940.

Show, né?!

A primeira coisa que achei interessante desse vídeo é o seguinte:

Ninguém conseguiu tirar o estado de São Paulo do primeiro lugar do ranking de empresas ativas no Brasil!

Na verdade, ninguém chegou nem perto de fazer isso.

Impressionante essa dominância. Né?

Mas esse vídeo tem muitos outros insights legais se você olhar alguns estados ou regiões específicas.

Eu já assisti o vídeo umas 20 vezes sempre fazendo comparações diferentes. Eu gostei muito da batalha do Top 5 (bom, do segundo ao quinto lugar né, porque São Paulo não deixa ninguém brincar junto no play hehe).

Desde 1965 Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul brigam entre si pelas posições mais altas do ranking.

E na parte de baixo da tabela a disputa entre Acre, Amapá e Roraima também é legal de acompanhar.

Mas e aí, o que você mais gostou desse vídeo? Qual foi sua disputa favorita?

Conta pra mim nos comentários lá no fim desse post o que você achou desse vídeo.

Eu achei muito legal a evolução dos estados do nordeste, se você quer ver um vídeo da comparação entre eles (ou qualquer outra região) me avisa nos comentários.

Até aqui você teve uma análise histórica muito rica da evolução do empreendedorismo no Brasil.

A partir de agora a gente vai entrar em detalhes.

Agora entram em cena as características das empresas do Brasil. Agora vamos separar os adultos das crianças!

Porque é isso que vai te dar uma visão muito mais completa e inédita. Porque realmente não encontrei todas essas informações explicadas de uma maneira tão prática em lugar nenhum na internet.

Situação Cadastral: O que importa?

Cuidado! Tem muita informação fraca!

Sabia que de todos esses números, das quase 44 milhões de empresas, menos da metade é ativa!

A base da Receita Federal, em 26/04/2020, mostra 43.887.851 empresas registradas no Brasil, mas dessas só 20.523.816 empresas são ativas.

Mas o que são essas Empresas Ativas?

Agora você vai ver em detalhes as categorias da situação cadastral que uma empresa pode estar.

É muito importante entender bem, porque alguns lugares por aí falam sobre as empresas e fazem alguns gráficos mas eles acabam misturando tudo.

Assim não dá pra você confiar nas conclusões, porque a situação cadastral de uma empresa impacta MUITO na capacidade dela de fazer negócios e participar da economia. Entendeu o problema?

A Receita Federal classifica a situação cadastral de cada empresa registrada no Brasil em 5 categorias:

  • Ativa
  • Suspensa
  • Nula
  • Inapta
  • Baixada

Os nomes de cada categoria parecem bem simples e intuitivos, mas vamos explorar cada uma delas.

Empresa Ativa: As que interessam

Uma empresa ativa está regular e não tem nenhum problema cadastral na Receita Federal.

Ela pode fazer negócios normalmente.

São essas que importam pra gente fazer negócio! Simples assim.

Empresa Suspensa: Abra o olho!

Esta empresa tem alguma irregularidade que levou o seu registro a ser suspenso.

Ou ela deixou de cumprir alguma obrigação fiscal, cadastral, ou, pior ainda, existem inconsistências nos dados e informações enviadas.

Pesquise bem antes de fazer negócio com uma empresa suspensa! Pode te trazer uma dor de cabeça enorme.

Empresa Nula: Ops

Uma empresa é considerada nula quando são constatadas informações falsas na hora do registro, ou por duplicidade na sua inscrição municipal ou estadual.

Empresa Inapta: Muito cuidado com essa

Uma empresa é considerada inapta quando deixa de apresentar por pelo menos dois anos consecutivos suas declarações contábeis.

Se for marcada como inapta, a empresa não pode receber incentivos financeiros e fiscais do Governo.

Ela é proibida de participar de licitações e pode também ser incluída no Cadastro Informativo de Créditos Não Quitados do Setor Público Federal (o temido CADIN!).

Só te digo uma coisa: cuidado!

Empresa Baixada: Um abraço

E pra terminar, uma empresa é considerada baixada quando por decisão própria ela informa a Receita Federal que decidiu encerrar suas atividades comerciais.

Ah, mas esta alteração não é definitiva. A empresa pode ser reativada caso decida retomar as atividades no futuro.

Empresas falidas que já finalizaram o processo de recuperação judicial vão estar nessa lista também.

Mas então existem quantas empresas em cada situação cadastral no Brasil?

Eu falei ali em cima que existem 43.887.851 empresas registradas no Brasil mas só 20.523.816 empresas são ativas.

Mas acabamos de ver que temos que nos preocupar com outros tipos de empresas também né.

Atmosphere Situação Cadastral das Empresas no Brasil

É a primeira vez que esse gráfico de pizza aparece aqui (e provavelmente a última hehe porque vamos mostrar maneiras bem melhores de transmitir informação aqui no blog!)

Esse gráfico mostra que 47.1% das empresas registradas no Brasil estão ativas hoje em dia, porém temos um número quase igual, 44.4%, de empresas baixadas, ou seja, que decidiram encerrar suas atividades.

Também dá pra ver que cerca de 7.9% das empresas do Brasil estão Inaptas, 0.4% Suspensas e 0.2% Nulas. Você já viu agora pouco que tem que ter muito cuidado com as empresas nessas 3 categorias!

Mas como será a distribuição destas empresas ativas no Brasil? Qual estado será que tem o maior número de empresas ativas?

Empresas Ativas: Onde estão as oportunidades de negócio!

Aqui é o mapa da Mina.

Agora vamos ver quem importa pra gente fazer negócios e vender mais. As empresas ativas!

Atmosphere Empresas Ativas por Estado no Brasil

Quem chama mais atenção? São Paulo, claro.

Já vimos antes que São Paulo domina o ranking de empresas ativas desde o começo do século passado.

Você percebeu que foi a primeira vez que eu coloquei um mapa aqui nesse post?

Ele é bem simples mas é muito importante você entender.

É fácil, eu peguei um mapa do Brasil e pintei cada estado com uma cor que representa a quantidade de empresas ativas nele. Você pode entender a relação entre cor e o valor olhando a escala do lado direito do mapa.

Se você está com um pouco de dúvida em como entender muito bem vários tipos de gráficos esse post fala de um jeito bem simples e objetivo como analisar cada tipo de gráfico.

A gente teve um spoiler naquele vídeo de evolução das empresas por estados que a maior concentração de empresas ativas fica nos estados do Sul e Sudeste, liderados por São Paulo.

Muito legal olhar a informação desse jeito tão visual comparando todos os estados do nosso país né?

Se você respondeu sim a essa minha pergunta: Obrigado, você é muito legal e já te considero muito.

Mas o que mais dá pra ver nesse mapa?

Quase nada! Porque é muito difícil ver a diferença entre as informações.

Por isso que não adianta só querer mostrar a informação, você tem que trabalhar bem os dados para conseguir apresentar algo útil.

Nesse mapa ficou meio difícil de entender as diferenças entre os outros estados né? Vamos ver o mesmo mapa mas de uma maneira melhor.

Atmosphere Empresas Ativas por Estado no Brasil

Muito melhor, né?!

Agora o mapa está em uma escala logarítmica.

(Lembra aquela coisa chata da escola que você jurava para a professora de matemática que nunca ia usar na vida? Bom, no fim das contas ela estava certa e ajuda muito as vezes).

Assim fica muito mais fácil fazer uma comparação bem visual entre os estados.

Mas mesmo vendo o mapa você acreditaria se eu te disser que o estado de São Paulo tem 186 vezes mais empresas ativas que o estado de Roraima?

Olha essa tabela aqui com o número de empresas ativas em cada estado.

Estado Empresas Ativas
SP 6.179.879
MG 2.134.430
RJ 1.906.919
PR 1.405.402
RS 1.382.537
BA 1.042.365
SC 931.287
GO 681.950
CE 602.879
PE 577.726
ES 444.489
PA 394.940
MT 360.984
DF 357.063
MA 288.945
MS 273.076
PB 252.724
RN 243.269
AM 193.505
PI 183.315
AL 180.183
TO 131.875
RO 129.604
SE 123.155
AC 45.279
AP 42.897
RR 33.139

Adorei olhar os dados dessa maneira, por estado, até eu descobrir algo muito mais valioso e poderoso.

Os Municípios Brasileiros com maior número de empresas ativas

Eu gastei um tempão olhando o mapa dos estados e me bateu uma curiosidade…

Como será que é essa distribuição nos 5.570 municípios brasileiros?

Atmosphere Empresas Ativas por Município no Brasil

Uow!

Esse mapa mostra o número de empresas ativas em cada município do Brasil.

Já esperava uma concentração maior de empresas nas regiões Sul e Sudeste.

Mas agora dá pra ver diversos municípios ao redor das capitais e dos polos turísticos das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Claro, são regiões que também possuem um grande número de empresas ativas.

E se você também está curioso pra ver os números exatos olha só os 50 municípios com maior número de empresas ativas:

Ranking Município Empresas Ativas
1 São Paulo, SP 1.880.629
2 Rio De Janeiro, RJ 872.767
3 Belo Horizonte, MG 392.681
4 Brasília, DF 357.063
5 Curitiba, PR 336.008
6 Salvador, BA 290.167
7 Fortaleza, CE 268.320
8 Porto Alegre, RS 240.154
9 Goiânia, GO 207.780
10 Campinas, SP 167.431
11 Recife, PE 163.576
12 Guarulhos, SP 143.776
13 Manaus, AM 134.875
14 Ribeirão Preto, SP 109.657
15 Belém, PA 109.036
16 Campo Grande, MS 109.024
17 São Bernardo Do Campo, SP 95.009
18 Florianópolis, SC 94.891
19 Sorocaba, SP 92.063
20 Uberlândia, MG 90.878
21 Natal, RN 90.600
22 São Luís, MA 89.432
23 Santo André, SP 88.283
24 Cuiabá, MT 87.273
25 Duque De Caxias, RJ 86.007
26 São José Dos Campos, SP 83.868
27 São Gonçalo, RJ 83.603
28 João Pessoa, PB 83.002
29 Maceió, AL 82.050
30 Osasco, SP 81.117
31 Joinville, SC 77.751
32 Londrina, PR 76.943
33 São José Do Rio Preto, SP 76.864
34 Contagem, MG 76.309
35 Teresina, PI 74.312
36 Nova Iguaçu, RJ 73.190
37 Niterói, RJ 70.598
38 Maringá, PR 70.084
39 Caxias Do Sul, RS 69.644
40 Juiz De Fora, MG 69.179
41 Vila Velha, ES 66.405
42 Santos, SP 64.611
43 Feira De Santana, BA 61.313
44 Serra, ES 59.668
45 Aracaju, SE 58.815
46 Vitória, ES 58.721
47 Bauru, SP 55.905
48 Jundiaí, SP 55.671
49 Piracicaba, SP 53.091
50 Blumenau, SC 52.025

Eu achei demais essa análise. E sabe o que me deixou mais intrigado?

Eu esperava que as 27 capitais estivessem nas 27 primeiras posições do ranking. Afinal, nas capitais dos estados são onde a gente faz mais negócios.

Mas para variar São Paulo sempre surpreende.

Você percebeu que no Top 15 dos municípios com maior número de empresas ativas no Brasil, apareceram quatro municípios do estado de São Paulo?!

Além de São Paulo capital também apareceram na lista, antes de muitas outras capitais, as cidades de Campinas, Guarulhos e São Bernardo do Campo.

Garanto que você voltou na lista para conferir isso. Eu também voltei, e dá pra encontrar muitas outras curiosidades.

Eu vi que tem pelo menos uma capital que não aparece nem no Top 50. Adivinha qual é?

Conta pra mim nos comentários o que mais você achou de mais interessante, ou se tem alguma curiosidade que você queira saber mais (a lista completa é muito legal!).

Mas tá na hora de tocar o barco. Nessa seção a gente viu tudo sobre a situação cadastral das empresas e olhamos em detalhes como as empresas ativas estão distribuídas pelo nosso país.

Agora vamos dar uma olhada nos tamanhos dessas empresas.

Porte das empresas. Onde ficam as maiores?

Toda empresa registrada no Brasil tem um Porte de acordo com seu faturamento e algumas outras regrinhas.

Existem 3 categorias de porte:

  1. Microempresa
  2. Empresa de Pequeno Porte
  3. Empresa de médio ou grande porte

Mas a tabela é clara: Microempresas dominam o jogo.

Porte % Empresas Ativas
Microempresa 80.7%
Empresa de Pequeno Porte 4.4%
Média ou Grande Empresa 14.9%

Mas pra eu te mostrar umas análises muito legais, você precisa entender as diferenças entre as três categorias.

Microempresa: O coração do Brasil

Quem falar que o Brasil não é um país de empreendedores, precisa ver esses números.

As Microempresas dominam o mercado brasileiro.

É considerada uma Microempresa qualquer empresa que atenda os seguintes requisitos:

  • Ser um empresário individual (ou de responsabilidade limitada) ou uma sociedade empresária ou simples (vamos discutir mais sobre isso tudo mais pra frente)
  • Receita bruta anual de até R$ 360.000,00
  • Se enquadra no regime de tributação do Simples Nacional (falaremos mais disso na sequência!)

Dentro deste grupo, tem um subgrupo enorme de empresas que são as MEI.

Logo mais vou te mostrar os dados das MEI e você vai ver que são um sucesso absoluto!

Empresa de Pequeno Porte (EPP): O Grupo mais Raro?

É considerada uma Empresa de Pequeno Porte (EPP) qualquer empresa que atenda os seguintes requisitos:

  • Ser um empresário individual (ou de responsabilidade limitada) ou uma sociedade empresária ou simples
  • Receita bruta anual de até R$ 4.800.000,00 (quatro milhões e oitocentos mil reais)
  • Se enquadra no regime de tributação do Simples Nacional

Agora que você já sabe o que são, ali diante você vai ver porque eu fiquei bem curioso com esse grupo.

Por que tão poucas EPPs percentualmente?

Média ou Grande Empresa: As gigantes do Brasil

E por fim temos as Médias e Grandes Empresas:

  • Não optam pelo Simples Nacional
  • Possuem receita bruta anual superior a R$ 4.800.000,00 (quatro milhões e oitocentos mil reais)

Obs: O Sebrae disponibiliza mais informações sobre os diferentes portes de empresa caso você queira ler mais.

E qual a distribuição do Porte das Empresas do Brasil?

Eu já dei um spoiler antes, mas agora te mostro mais informação.

Porte Empresas Ativas % Empresas Ativas
Microempresa 16.555.990 80.7%
Empresa de Pequeno Porte 903.253 4.4%
Média ou Grande Empresa 3.064.563 14.9%

Essa tabela mostra que grande parte das empresas estão enquadradas como Microempresas, ou seja, que possuem faturamento anual até R$360.000,00.

Mas ué.

Tem algo estranho aí nessa tabela que não faz muito sentido.

Will Smith em Dúvida

Achei curioso que o número de empresas ativas consideradas Médias e Grandes é maior que o número de Empresas de Pequeno Porte.

Então no Brasil as empresas são bem pequenas ou muito grandes, mas não tem muita coisa no meio.

Se você sabe o motivo me avisa nos comentários!

Mas antes da gente continuar aqui eu quero te fazer uma pergunta.

Como você já vem acompanhando esse post, deve ter percebido o padrão né?

Então qual a próxima análise que a gente vai fazer?

Se você chutou que é um mapa do Brasil com as categorias de porte, acertou!

Atmosphere Porte das Empresas Ativas por Estado no Brasil

Essa é a distribuição do Porte das Empresas nos estados.

Como você viu naquela tabela agora pouco, o Brasil tem bem menos Empresas de Pequeno Porte do que os outros portes.

Para variar, São Paulo tem mais de tudo que todos os outros estados.

Mas se você está tão curioso quanto eu sobre tudo isso e fascinado com essas análises, vêm olhar comigo em mais detalhes essa distribuição aí.

Estado Microempresa EPP Grande Empresa Microempresa EPP Grande Empresa
AC 37.470 1.588 6.221 82.8% 3.5% 13.7%
AL 150.600 8.810 20.768 83.6% 4.9% 11.5%
AM 157.003 11.989 24.513 81.1% 6.2% 12.7%
AP 34.723 3.112 5.062 80.9% 7.3% 11.8%
BA 895.813 33.821 112.731 85.9% 3.2% 10.8%
CE 514.111 15.587 73.181 85.3% 2.6% 12.1%
DF 292.074 17.731 47.258 81.8% 5.0% 13.2%
ES 378.492 17.483 48.514 85.2% 3.9% 10.9%
GO 591.475 21.157 69.318 86.7% 3.1% 10.2%
MA 238.036 10.524 40.385 82.4% 3.6% 14.0%
MG 1.808.632 74.759 251.038 84.7% 3.5% 11.8%
MS 228.737 12.337 32.002 83.8% 4.5% 11.7%
MT 299.933 19.149 41.902 83.1% 5.3% 11.6%
PA 326.550 25.140 43.250 82.7% 6.4% 11.0%
PB 210.174 9.205 33.345 83.2% 3.6% 13.2%
PE 479.272 24.165 74.288 83.0% 4.2% 12.9%
PI 149.779 6.693 26.843 81.7% 3.7% 14.6%
PR 1.181.722 54.428 169.252 84.1% 3.9% 12.0%
RJ 1.605.471 69.382 232.066 84.2% 3.6% 12.2%
RN 205.659 9.073 28.537 84.5% 3.7% 11.7%
RO 106.650 6.659 16.295 82.3% 5.1% 12.6%
RR 27.623 1.559 3.957 83.4% 4.7% 11.9%
RS 1.122.412 66.200 193.925 81.2% 4.8% 14.0%
SC 742.320 52.209 136.757 79.7% 5.6% 14.7%
SE 102.239 5.263 15.653 83.0% 4.3% 12.7%
SP 4.558.370 320.434 1.301.073 73.8% 5.2% 21.1%
TO 110.650 4.796 16.429 83.9% 3.6% 12.5%

Essa tabela está organizada por ordem alfabética de estado e mostra o número de empresas em cada porte e também a distribuição de cada porte em cada estado.

Só para ficar bem claro, as três colunas bem da direita da tabela mostram quantos % das empresas estão em cada categoria naquele estado.

Achei interessante analisar alguns dos estados mais extremos: Goiás e São Paulo.

São Paulo tem a maior porcentagem de Grandes Empresas, com 21.1% das empresas ativas do estado.

Faz sentido né, a maioria das grandes empresas do Brasil estão lá.

Mas eu achei Goiás muito curioso também porque é o estado com maior percentual de Microempresas (86.7%) e o segundo menor percentual de EPPs (3.1%, somente atrás do Ceará que tem 2.6% de suas empresas sendo EPPs).

Eu gostei de descobrir essas informações e fiquei curioso pra ver isso de uma maneira visual. Então fiz aquele nosso mapa, mas dessa vez mostrando o % de cada porte em cada estado.

Atmosphere Porte Percentual das Empresas Ativas por Estado no Brasil

Acho que a nossa reação a esse mapa foi igual: não tá muito bom, né?

Eu também não gostei muito dele, é muito difícil ver as diferenças entre os estados e as categorias.

Ele só serve para mostrar uma coisa: São Paulo tem uma distribuição bem diferente do resto do Brasil. Menos microempresas e mais Grandes Empresas.

Já que esse mapa não tá tão legal assim vamos continuar para olhar algo melhor.

Atmosphere Porte das Empresas Ativas por Município no Brasil

Eu adoro esses mapas analisando todos os municípios brasileiros!

É muito interessante ver os pontos bem escuros que são São Paulo e Brasília sempre bem diferentes dos seus municípios vizinhos.

Eu fiquei bem curioso sobre essa distribuição dos portes aí e resolvi extrair mais uma lista.

Agora vamos analisar a distribuição do porte nos 10 municípios com maior número de empresas ativas:

Município Microempresa EPP Grande Empresa
São Paulo, SP 77.0% 7.5% 15.5%
Rio De Janeiro, RJ 78.9% 4.7% 16.4%
Belo Horizonte, MG 78.8% 4.8% 16.5%
Brasília, DF 81.8% 5.0% 13.2%
Curitiba, PR 81.6% 4.2% 14.2%
Salvador, BA 87.2% 3.1% 9.6%
Fortaleza, CE 85.1% 3.3% 11.6%
Porto Alegre, RS 74.7% 6.3% 19.1%
Goiânia, GO 84.1% 4.2% 11.7%
Campinas, SP 79.1% 6.3% 14.6%

Esses municípios aí se comportam de maneira muito parecida com seus respectivos estados, sem muitas novidades na distribuição.

Mas vamos olhar isso de volta de uma maneira bem visual no Brasil inteiro.

Atmosphere Porte das Empresas Ativas por Estado no Brasil

Nesse mapa fica clara a dominância das Microempresas em todo o Brasil comparado às outras categorias de porte.

Também é curioso ver no mapa das Microempresas e das Grandes Empresas como todos os municípios do estado de São Paulo são muito diferentes do resto do Brasil.

E faz sentido, de acordo com essa notícia do IBGE em 2017, mais de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil veio do município de São Paulo.

E aí, o que você achou de toda essa análise sobre porte?

Me diz nos comentários se você encontrou mais alguma curiosidade e ou se quer que eu faça mais alguma análise!

Agora vamos analisar outra categoria que uma empresa pode optar no Brasil: o Simples Nacional.

Simples Nacional: A salvação do empreendedorismo brasileiro

Você com certeza já ouviu falar muito por aí sobre empresas que se enquadram no Simples Nacional, mas o que é isso?

Basicamente, a vantagem ao aderir ao Simples Nacional é só diminuir a burocracia contábil com a unificação de todos os tributos em uma única guia de pagamento.

Essa guia é o Documento de Arrecadação do Simples Nacional, o famoso DAS.

A Receita Federal chama o Simples Nacional de “Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte” (ufa, ainda bem que optaram por chamar de Simples Nacional).

Ele é um regime especial de tributação criado em 1997 e atualizado em 2006 para Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (EPP) que unifica os seguintes impostos:

  • Imposto Sobre Serviços (ISS, de qualidade municipal)
  • o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS, de qualidade estadual) e
  • os principais tributos e contribuições cobrados pela Receita Federal.

Parece bom demais para ser verdade, né?

Ainda assim, é um regime que poderia ser ainda mais “simples”. Muitos contadores inclusive dizem que “o Simples é complicado”.

O Governo chegou até a complementar o Simples Nacional em 2018, e passando a chamar de “Super Simples”, pra melhorar os efeitos do simples.

Mas é verdade e foi uma das políticas públicas que mais contribuiu para o crescimento do número de empresas ativas no Brasil nas últimas décadas.

Isso mostra bem que as simplificações e desburocratizações ajudam muito o empreendedorismo no país, você concorda?

Então vamos ver os números do Simples.

E quantas empresas estão cadastradas no Simples Nacional no Brasil?

Todas as empresas do Brasil estão enquadradas em uma das três categorias do Simples Nacional:

  • Não optante
  • Optante
  • Excluída

Vejaa distribuição das empresas ativas nas três categorias.

Não Optante Optante Excluído
3.946.707 15.162.367 1.414.742

Os nomes de cada categoria são bem objetivos.

Então uma empresa Não Optante, bem, não optou por se aderir ao Simples Nacional (provavelmente por não se enquadrar nas regras de Porte ou por algum benefício fiscal).

Uma empresa Optante aderiu ao programa.

E uma empresa Excluída foi excluída do programa, bem provável porque deixou de cumprir algum dos requisitos. Já vou explicar melhor.

Mas antes, note que a tabela mostra como o Simples Nacional é efetivo, porque 73.9% das Empresas Ativas brasileiras aderiram, 19.2% optaram por não aderir e em torno de 6.9% foram excluídas.

Mas como que empresas são excluídas do Simples Nacional?

Uma empresa pode ser excluída do Simples Nacional por diversos motivos:

  • Documentação incompleta
  • Faturamento que excede os limites
  • Dívidas ou pendências tributárias
  • Erros cadastrais
  • Atuação da empresa em atividades não permitidas
  • E muitos outros fatores.

A Receita Federal disponibiliza um documento bem completo com muitas Perguntas e Respostas sobre o Simples Nacional.

O Simples Nacional vale a pena?

Analisei bastante os dados procurando algumas tendências e fiz esse gráfico da adoção ao Simples Nacional.

Atmosphere Novas Adesões ao Simples Nacional

O gráfico mostra que o número de adesões ao Simples Nacional vem aumentando de maneira exponencial, principalmente desde 2009.

Isso deixa bem claro como esse regime de tributação é ótimo para o pequeno e médio empresário.

Mas você sabe o porque esse forte crescimento desde 2009?

Vou te dar um spoiler: Microempreendedor Individual!

Eu vou analisar tudo sobre MEI na próxima seção! Mas segura um pouco aí, porque ainda temos bastante para falar sobre o Simples Nacional aqui.

Ah, os dados de 2020 estão incompletos (porque o ano ainda não acabou!), mas logo que eles saírem e eu atualizar o gráfico, devemos ver uma queda por conta da crise econômica resultante da pandemia do Coronavírus.

Assim que tiver mais dados da Receita Federal eu vou atualizar o estudo aqui para ver o que está acontecendo em 2020 então fique de olho aqui no blog.

Mas agora eu tenho uma pergunta para você.

Adivinha o que vamos ver na sequência?

..

Tá bom, sem muito drama dessa vez porque você já sabe. Mapa!

Atmosphere Empresas no Simples Nacional por Estado no Brasil

Sem muita surpresa por aqui né. São Paulo continua como estado líder no número de empresas ativas seguido pelos estados do Sul e Sudeste.

Como esse mapa não trouxe muita novidade eu resolvi fazer uma outra análise pra gente ver.

Preparei uma tabela de todos os estados ordenada pelo número de empresas no Simples Nacional em cada estado.

A coluna da direita mostra o percentual das empresas ativas que são optantes pelo Simples Nacional em cada estado.

Estado Empresas Ativas no Simples % Empresas Ativas no Simples
SP 4.268.492 69.1%
MG 1.658.705 77.7%
RJ 1.531.727 80.3%
PR 1.040.565 74.0%
RS 1.004.253 72.6%
BA 820.422 78.7%
SC 672.894 72.3%
GO 514.719 75.5%
CE 465.404 77.2%
PE 435.025 75.3%
ES 352.129 79.2%
PA 306.569 77.6%
DF 263.901 73.9%
MT 255.263 70.7%
MA 213.807 74.0%
MS 204.282 74.8%
RN 185.898 76.4%
PB 184.301 72.9%
AM 142.448 73.6%
AL 139.957 77.7%
PI 135.082 73.7%
TO 99.478 75.4%
RO 94.569 73.0%
SE 90.430 73.4%
AP 32.082 74.8%
RR 25.005 75.5%
AC 24.960 55.1%

Como já era esperado, dá pra ver que São Paulo é um dos estados com menor percentual de empresas no Simples Nacional, só 69.1% das empresas são optantes.

E faz sentido, né? Porque antes você viu que São Paulo é o estado com maior percentual de grandes empresas, e grandes empresas não podem optar pelo Simples.

Tudo faz sentido.

Mas na verdade, proporcionalmente, o Acre ganhou de São Paulo!

Só 55.1% das empresas ativas do estado são optantes no Simples Nacional.

Se você é do Acre e sabe o motivo, conta pra mim nos comentários.

Rio de Janeiro é líder no Simples! Também é interessante ver que o estado do Rio de Janeiro tem 80.3% de suas empresas no Simples Nacional, sendo o estado com a maior adesão.

Mas agora, claro, não pode faltar aquele mapa olhando em mais detalhes isso tudo nos municípios do Brasil.

Atmosphere Empresas no Simples Nacional por Município no Brasil

Assim como os mapas das outras categorias, os mesmos municípios de sempre se destacam no mapa.

Mas quero que você olhe essa tabela que preparei aqui pra gente com os 10 municípios com maior número de empresas ativas no Simples Nacional.

Município Empresas Ativas no Simples % Empresas Ativas no Simples
São Paulo, SP 1.387.954 73.8%
Rio De Janeiro, RJ 672.312 77.0%
Belo Horizonte, MG 280.353 71.4%
Brasília, DF 263.901 73.9%
Curitiba, PR 242.567 72.2%
Salvador, BA 233.263 80.4%
Fortaleza, CE 205.979 76.8%
Porto Alegre, RS 156.989 65.4%
Goiânia, GO 147.207 70.8%
Campinas, SP 125.676 75.1%
     

De volta! Campinas está lá no Top 10 na frente de muitas outras capitais!

Imagino que depois de ver tanta coisa interessante e curiosa até agora você esteja pensando a mesma coisa que eu..

20 milhões de empresas ativas no Brasil é MUITA coisa.

Pensa nisso.

A população do Brasil é um pouco mais de 200 milhões de habitantes.

É praticamente uma empresa ativa para cada 10 pessoas no Brasil.

E você cansa de ver por aí empresas gigantes com milhares e milhares de funcionários… essa conta não fecha!

Mas a conta fecha sim, e agora a gente vai descobrir juntos como que ela fecha. Graças ao Microempreendedor Individual, ou para os íntimos, o MEI!

Microempreendedor Individual (MEI) - Sucesso Absoluto no Brasil

Quantos MEIs existem no Brasil?

O que torna ser MEI tão vantajoso?

Você com certeza já ouviu falar sobre o Microempreendedor Individual, ou o MEI.

E bom, faz sentido você ter ouvido porque hoje existem mais de 10 milhões de MEIs ativos no Brasil!

Pra ser exato: De acordo com os dados da Receita Federal de Abril de 2020, existem 10.502.959 MEIs no Brasil.

Se tem tantos empreendedores assim nesse programa é porque ele deve ser bom mesmo né..

E agora você vai entender tudo sobre MEI aqui.

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma categoria de empresas criada pelo Governo Federal em 2006 que abriu as portas para a formalização do trabalho no Brasil.

É bem simples se tornar um MEI e possui poucos requisitos:

  • Faturar até R$ 81.000,00 por ano
  • Não ter participação em outra empresa como sócio ou titular
  • Ter no máximo um funcionário contratado por um salário-mínimo ou pelo piso da categoria

Sendo um MEI você é considerado uma empresa e possui vários benefícios:

  • Você recebe um CNPJ
  • Pode emitir notas fiscais
  • Pode contratar um funcionário
  • Está automaticamente enquadrado no Simples Nacional (que a gente já viu antes que é muito bom!)
  • Está isento de tributos federais (Imposto de Renda, Cofins, CSLL, IPI e PIS)

E além de muitos benefícios para sua empresa, você (pessoa física) também pode receber os seguintes benefícios:

  • Direito a auxílio-maternidade
  • Direito a afastamento remunerado por problemas de saúde
  • Aposentadoria baseada em um salário mínimo

Tudo isso parece ser muito bom, então vou olhar isso mais a fundo.

Quantos MEI existem no Brasil?

Como você pode imaginar, com tantos benefícios a adoção ao MEI no Brasil foi bem expressiva.

No gráfico abaixo dá pra ver bem o número de novas adesões ano após ano.

Atmosphere MEI Microempreendedor Individual Novas Adesões no Brasil

Na última atualização da Receita Federal, em 26/04/2020, existem 15.581.338 de Microempreendedores Individuais cadastrados no Brasil, mas só 10.502.959 estão ativos hoje.

Mais uma vez dá pra ver uma redução no número de 2020 mas é porque o ano ainda não terminou. Eu vou atualizar aqui quando saírem todos os dados então fica de olho!

Dá pra ver bem que a categoria do MEI teve forte adesão dos microempresários do país que formalizaram seus pequenos negócios.

Hoje em torno de 51.1% de todas as empresas ativas do Brasil são MEI!

Eu fiquei espantado com isso. Para pra pensar…mais da metade das empresas ativas no Brasil são MEI.

Ao ver esses dados eu fiquei muito curioso.

Esse programa existe a um pouco mais de uma década e hoje mais da metade das empresas do Brasil são MEI, como esse percentual está evoluindo nos últimos anos?

Bem. Acho que agora você já percebeu que quando eu tenho alguma curiosidade eu trabalho nos dados até encontrar a resposta, né?

Então eu fiz as contas e preparei esse gráfico.

Atmosphere MEI Adesão de Novas Empresas no Brasil

Aqui dá pra ver bem quantos % das novas empresas que abrem todos os anos são MEI

A tendência é muito clara: a cada ano uma fatia maior das novas empresas é de MEIs.

Por exemplo, olha o ano de 2010. Naquele ano quase 50% das empresas que foram criadas aderiram ao MEI.

E até agora em 2020 mais de 80% das novas empresas aderiram ao MEI.

O Brasil está empreendendo!

Atmosphere Empresas no MEI por Estado no Brasil

Dominando a lista de estado com mais MEIs: Ele de novo! São Paulo.

Aqui dá pra ver uma distribuição por estado bem parecida com as outras categorias que vimos até agora.

Lembra das distribuições das Empresas Ativas, Porte e Simples que vimos agora pouco?

Por isso fiz aqui uma tabela ordenada pelos estados com maior número de MEIs ativos:

Estado Empresas Ativas no MEI % Empresas Ativas no MEI
SP 2.832.554 45.8%
MG 1.187.623 55.6%
RJ 1.186.072 62.2%
PR 653.831 46.5%
RS 630.141 45.6%
BA 567.384 54.4%
SC 440.616 47.3%
GO 366.223 53.7%
CE 333.918 55.4%
PE 331.045 57.3%
ES 262.899 59.1%
PA 229.660 58.2%
DF 190.199 53.3%
MT 188.408 52.2%
MS 151.729 55.6%
PB 148.905 58.9%
RN 135.336 55.6%
MA 124.898 43.2%
AL 103.553 57.5%
AM 94.616 48.9%
PI 86.245 47.0%
TO 71.617 54.3%
SE 65.903 53.5%
RO 62.859 48.5%
AC 21.865 48.3%
AP 18.357 42.8%
RR 16.503 49.8%

Curioso, não?

Ao analisar pelo número de MEIs ativos dá pra ver algumas diferenças bem interessantes na ordem da tabela.

Mas o que me chamou a atenção mesmo foi a grande diferença do percentual de MEI sobre todas as empresas ativas nos estados.

Rio de Janeiro - MEIs fazem sucesso!

A variação é muito grande! Muito maior do que vimos em outras análises até agora.

Por isso resolvi olhar a tabela de um jeito diferente.

Estado MEI
RJ 62.2%
ES 59.1%
PB 58.9%
PA 58.2%
AL 57.5%
PE 57.3%
MG 55.6%
RN 55.6%
MS 55.6%
CE 55.4%
BA 54.4%
TO 54.3%
GO 53.7%
SE 53.5%
DF 53.3%
MT 52.2%
RR 49.8%
AM 48.9%
RO 48.5%
AC 48.3%
SC 47.3%
PI 47.0%
PR 46.5%
SP 45.8%
RS 45.6%
MA 43.2%
AP 42.8%

Ordenando a tabela pelo percentual das empresas ativas que são MEI, dá pra ver que o Rio de Janeiro é o estado que possui o maior percentual de MEI no país, seguido pelo Espírito Santo e daí diversos estados do Norte e Nordeste.

Muito legal isso. Mas você sabe que dá pra olhar em ainda mais detalhes.

Então é claro que não pode faltar aquele mapa dos municípios!

Atmosphere Empresas no MEI por Município no Brasil

Também como já é de costume eu puxei a lista dos 10 municípios com maior número de MEIs ativos:

Município Empresas Ativas no MEI % das Empresas Ativas no MEI
São Paulo, SP 841.802 44.8%
Rio De Janeiro, RJ 503.401 57.7%
Belo Horizonte, MG 208.607 53.1%
Brasília, DF 190.199 53.3%
Salvador, BA 183.258 63.2%
Fortaleza, CE 148.616 55.4%
Curitiba, PR 139.388 41.5%
Goiânia, GO 103.678 49.9%
Porto Alegre, RS 87.669 36.5%
Recife, PE 86.777 53.0%
Guarulhos, SP 86.550 60.2%
Campinas, SP 83.371 49.8%

E aí eu achei muito interessante. Não só porque três municípios do estado de São Paulo estão na lista do Top 10, mas principalmente pela variação.

No município de São Paulo só 44.8% das empresas ativas são MEI, mas em Salvador 63.2% são MEI!

E isso que estamos olhando a lista do Top 10, imagina o que não aparece na lista dos 5.570 municípios do Brasil!?

Também dá pra analisar outro fato das empresas MEI: como elas estão distribuídas pelos municípios do Brasil comparado ao total de empresas ativas?

Atmosphere Percentual de Empresas no MEI por Município no Brasil

Este gráfico representa bem isso, a porcentagem de empresas ativas de cada município que são MEI.

Veja que, em geral, os municípios do Norte e Nordeste possuem uma proporção de MEI maior que estados do Sul e Sudeste.

Outro fato curioso desse mapa é que os municípios do estado de São Paulo estão ilhados no meio do Brasil com um percentual de MEI bem mais baixos que os municípios dos outros estados.

Vale a pena ser MEI?

Você já sabe tudo sobre MEI, viu esse crescimento enorme e descobriu que existe um universo de possibilidades, então acho que tá bem fácil responder..

Ser MEI vale MUITO a pena!

Você tem direito a uma série de benefícios que fazem valer muito a pena você formalizar seu pequeno negócio.

Se você tinha dúvida sobre isso antes de encontrar esse post com certeza agora está bem claro. Mais de dez milhões de brasileiros já fizeram isso.

E se você já é um MEI, tenho certeza que descobriu que existe um mundo enorme de oportunidades para você vender seus produtos e serviços para outras empresas!

E foi justamente esse universo de oportunidades que me fez criar a Atmosphere.

Para ajudar você, pequeno e médio empresário, a entender seu mercado de uma maneira muito fácil, simples e intuitiva e descobrir muitas oportunidades para vender mais! Mas sem ter que pagar uma fortuna por uma análise completa do seu mercado.

Você ficou com alguma dúvida ou curiosidade sobre esse mundo dos MEI? Fala pra mim nos comentários que será um prazer te ajudar e descobrir ainda mais com novas análises.

E falando em novas análises, se segura porque ainda tem muito pela frente!

Natureza Jurídica de uma empresa - Tirando o governo da equação

Uma das categorias que toda empresa tem no Brasil é uma classificação de Natureza Jurídica.

A Natureza Jurídica de cada empresa representa a classe de constituição jurídico-institucional que impacta diretamente seu regime tributário.

Ui, parece muito técnico e complicado né?

Mas a natureza jurídica nada mais é que uma definição simples da natureza da empresa.

A estrutura do enquadramento pela Natureza Jurídica têm 5 categorias principais:

  1. Administração Pública
  2. Entidades Empresariais
  3. Entidades sem Fins Lucrativos
  4. Pessoas Físicas
  5. Organizações Internacionais

Cada uma das 5 categorias principais tem várias sub-categorias de Natureza Jurídica diferentes, como podemos ver na tabela abaixo, e cada categoria possui suas regras próprias de acordo com o IBGE.

Administração Pública

  • 101-5 - Órgão Público do Poder Executivo Federal
  • 102-3 - Órgão Público do Poder Executivo Estadual ou do Distrito Federal
  • 103-1 - Órgão Público do Poder Executivo Municipal
  • 104-0 - Órgão Público do Poder Legislativo Federal
  • 105-8 - Órgão Público do Poder Legislativo Estadual ou do Distrito Federal
  • 106-6 - Órgão Público do Poder Legislativo Municipal
  • 107-4 - Órgão Público do Poder Judiciário Federal
  • 108-2 - Órgão Público do Poder Judiciário Estadual
  • 110-4 - Autarquia Federal
  • 111-2 - Autarquia Estadual ou do Distrito Federal
  • 112-0 - Autarquia Municipal
  • 113-9 - Fundação Pública de Direito Público Federal
  • 114-7 - Fundação Pública de Direito Público Estadual ou do Distrito Federal
  • 115-5 - Fundação Pública de Direito Público Municipal
  • 116-3 - Órgão Público Autônomo Federal
  • 117-1 - Órgão Público Autônomo Estadual ou do Distrito Federal
  • 118-0 - Órgão Público Autônomo Municipal
  • 119-8 - Comissão Polinacional
  • 121-0 - Consórcio Público de Direito Público (Associação Pública)
  • 122-8 - Consórcio Público de Direito Privado
  • 123-6 - Estado ou Distrito Federal
  • 124-4 - Município
  • 125-2 - Fundação Pública de Direito Privado Federal
  • 126-0 - Fundação Pública de Direito Privado Estadual ou do Distrito Federal
  • 127-9 - Fundação Pública de Direito Privado Municipal
  • 128-7 - Fundo Público da Administração Indireta Federal
  • 129-5 - Fundo Público da Administração Indireta Estadual ou do Distrito Federal
  • 130-9 - Fundo Público da Administração Indireta Municipal
  • 131-7 - Fundo Público da Administração Direta Federal
  • 132-5 - Fundo Público da Administração Direta Estadual ou do Distrito Federal
  • 133-3 - Fundo Público da Administração Direta Municipal
  • 134-1 - União

Entidades Empresariais

  • 201-1 - Empresa Pública
  • 203-8 - Sociedade de Economia Mista
  • 204-6 - Sociedade Anônima Aberta
  • 205-4 - Sociedade Anônima Fechada
  • 206-2 - Sociedade Empresária Limitada
  • 207-0 - Sociedade Empresária em Nome Coletivo
  • 208-9 - Sociedade Empresária em Comandita Simples
  • 209-7 - Sociedade Empresária em Comandita por Ações
  • 212-7 - Sociedade em Conta de Participação
  • 213-5 - Empresário (Individual)
  • 214-3 - Cooperativa
  • 215-1 - Consórcio de Sociedades
  • 216-0 - Grupo de Sociedades
  • 217-8 - Estabelecimento, no Brasil, de Sociedade Estrangeira
  • 219-4 - Estabelecimento, no Brasil, de Empresa Binacional Argentino-Brasileira
  • 221-6 - Empresa Domiciliada no Exterior
  • 222-4 - Clube/Fundo de Investimento
  • 223-2 - Sociedade Simples Pura
  • 224-0 - Sociedade Simples Limitada
  • 225-9 - Sociedade Simples em Nome Coletivo
  • 226-7 - Sociedade Simples em Comandita Simples
  • 227-5 - Empresa Binacional
  • 228-3 - Consórcio de Empregadores
  • 229-1 - Consórcio Simples
  • 230-5 - Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (de Natureza Empresária)
  • 231-3 - Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (de Natureza Simples)
  • 232-1 – Sociedade Unipessoal de Advogados
  • 233-0 – Cooperativas de Consumo

Entidades sem Fins Lucrativos

  • 303-4 - Serviço Notarial e Registral (Cartório)
  • 306-9 - Fundação Privada
  • 307-7 - Serviço Social Autônomo
  • 308-5 - Condomínio Edilício
  • 310-7 - Comissão de Conciliação Prévia
  • 311-5 - Entidade de Mediação e Arbitragem
  • 313-1 - Entidade Sindical
  • 320-4 - Estabelecimento, no Brasil, de Fundação ou Associação Estrangeiras
  • 321-2 - Fundação ou Associação Domiciliada no Exterior
  • 322-0 - Organização Religiosa
  • 323-9 - Comunidade Indígena
  • 324-7 - Fundo Privado
  • 325-5 - Órgão de Direção Nacional de Partido Político
  • 326-3 - Órgão de Direção Regional de Partido Político
  • 327-1 - Órgão de Direção Local de Partido Político
  • 328-0 - Comitê Financeiro de Partido Político
  • 329-8 - Frente Plebiscitária ou Referendária
  • 330-1 - Organização Social (OS)
  • 331-0 - Demais Condomínios
  • 399-9 - Associação Privada

Pessoas Físicas

  • 401-4 - Empresa Individual Imobiliária
  • 402-2 - Segurado Especial
  • 408-1 - Contribuinte individual
  • 409-0 - Candidato a Cargo Político Eletivo
  • 411-1 - Leiloeiro
  • 412-0 - Produtor Rural (Pessoa Física)

Organizações Internacionais e Outras Instituições Extraterritoriais

  • 501-0 - Organização Internacional
  • 502-9 - Representação Diplomática Estrangeira
  • 503-7 - Outras Instituições Extraterritoriais

Olhando essa lista dá pra ver que a estrutura da Natureza Jurídica é bem complexa, porque cada opção vem junto com uma estrutura de obrigações contábeis e judiciais diferentes.

E talvez seja por isso que o Brasil é o terceiro país com maior número de advogados do mundo (só atrás dos Estados Unidos e Índia). E se comparar o número de advogados por cidadão, somos o primeiro da fila.

Temos muito a analisar sobre a natureza jurídica porque fiquei muito curioso sobre quais categorias são mais comuns.

Mas antes disso, preciso compartilhar algo que vi nessa lista que me deixou meio assim…

Volte na lista e procure o código 303-4.

Achou?

Viu a qual seção ele pertence?

Facilitando a sua vida: Serviço Notarial e Registral (Cartório) → Entidades sem Fins Lucrativos

Contrasta um pouco com o faturamento de mais de 15 bilhões de Reais no ano passado, né?

Hehehe. Também achei curioso mas… deixa pra lá né? Vamos continuar descobrindo mais oportunidades de negócio por aqui.

Fiz um gráfico para a gente entender melhor a distribuição dessas categorias de natureza jurídica das empresas ativas no Brasil.

Atmosphere Natureza Jurídica das Empresas no Brasil

Talvez você não esteja acostumado com esse tipo de gráfico então deixa eu explicar rapidinho. É um gráfico que eu gosto bastante e ele é conhecido como treemap (em inglês) e é utilizado para representar dados bem hierárquicos.

Então nesse gráfico o tamanho de cada retângulo é proporcional ao número de empresas na categoria, e somando todos os retângulos você tem o total de todas as empresas representadas nessa análise.

Se você quiser entender melhor esse gráfico (e vários outros tipos de gráficos) dá uma olhadinha nesse post onde eu explico de um jeito bem fácil como entender bem vários tipos de gráficos para você tomar as decisões corretas sempre.

Assim nesse gráfico dá pra ver que a grande maioria das empresas estão registradas em poucas categorias que vamos explorar mais a fundo.

Essa tabela aqui mostra as 25 categorias de Natureza Jurídica mais comuns das empresas no Brasil:

Código da Natureza Jurídica Natureza Jurídica Empresas Ativas % Empresas Ativas
2135 Empresário (Individual) 13.064.731 63.7%
2062 Sociedade Empresária Limitada 4.115.026 20.1%
2305 Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (de Natureza Empresária) 998.931 4.9%
4120 Produtor Rural (Pessoa Física) 581.274 2.8%
3999 Associação Privada 535.309 2.6%
3085 Condomínio Edilício 277.850 1.4%
2240 Sociedade Simples Limitada 245.674 1.2%
2054 Sociedade Anônima Fechada 123.475 0.6%
3220 Organização Religiosa 108.441 0.5%
2232 Sociedade Simples Pura 70.266 0.3%
3271 Órgão de Direção Local de Partido Político 43.787 0.2%
2046 Sociedade Anônima Aberta 39.873 0.2%
2321 Sociedade Unipessoal de Advogados 38.412 0.2%
2143 Cooperativa 33.024 0.2%
2224 Clube/Fundo de Investimento 30.696 0.1%
3131 Entidade Sindical 26.858 0.1%
1333 Fundo Público da Administração Direta Municipal 23.547 0.1%
2313 Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (de Natureza Simples) 19.989 0.1%
3034 Serviço Notarial e Registral (Cartório) 17.836 0.1%
2127 Sociedade em Conta de Participação 16.280 0.1%
2011 Empresa Pública 14.066 0.1%
2038 Sociedade de Economia Mista 12.320 0.1%
2151 Consórcio de Sociedades 10.344 0.1%
1244 Município 9.773 0.0%
3069 Fundação Privada 8.646 0.0%

Desta tabela dá pra tirar algumas conclusões bem interessantes.

Por exemplo, Empresários Individuais representam 63.6% de todas as empresas ativas do Brasil e Produtores Rurais (pessoa física) representam 2.8% das empresas ativas do Brasil.

Outro número curioso é que em torno de 1.3% de todas as empresas ativas do Brasil na verdade são Condomínios Edilícios, ou seja, condomínios de moradia!

Mas não acaba aí:

  • 0.52% são Organizações Religiosas,
  • 0.2% são de Sociedade Unipessoal de Advogados,
  • 0.2% são de Órgãos de Direção Local de Partido Político,
  • 0.1% são Entidades Sindicais e
  • 0.1% são Cartórios!

E claro, 14.066 (0.1%) são empresas públicas.

Fiquei impressionado ao ver esses números, principalmente porque nunca tinha visto nenhuma análise parecida.

E claro, como você, eu também fiquei muito curioso para ir mais a fundo nesses dados e descobrir mais coisas interessantes.

Natureza Jurídica por Estado

Uma grande dúvida que eu tinha era: como é essa distribuição de natureza jurídica nos estados do Brasil? São parecidos entre si ou existem diferenças?

Bom, você já sabe que aqui nenhuma pergunta fica sem resposta, então fiz mais um gráfico pra gente descobrir mais.

Atmosphere Natureza Jurídica das Empresas por Estado  no Brasil

O gráfico acima é uma visualização um pouco diferente da anterior. Ele mostra as principais categorias de natureza jurídica, como vimos antes, mas agora agrupadas por estado, e a área (o tamanho) de cada categoria e de cada estado é proporcional ao número total das empresas ativas.

Nesse gráfico fica claro que a distribuição das categorias entre os estados é bem parecida com a maior quantidade das empresas sendo Empresário Individual, Sociedade Empresária Limitada e Empresas Individuais de Responsabilidade Limitada (EIRELIs).

Mas existem algumas diferenças aí que são bem interessantes!

Eu vou deixar você fuçar o gráfico e daí me conta o que você achou mais curioso lá nos comentários, e claro, se quiser qualquer análise mais profunda é só pedir que eu adiciono aqui!

Agora vem comigo, porque vamos analisar mais uma categoria que as empresas podem ser classificadas (mas tentam evitar!).

Situação Especial: A classificação que ninguém quer

De uma maneira bem simples, a Situação Especial de uma empresa indica se ela está passando por algum processo jurídico.

A tabela abaixo mostra as categorias de situação especial que uma empresa pode passar:

Cód. Situação Especial
405 Início da Falência
406 Reabilitação da Falência
407 Inventário do Empresário do Titular de Empresa Individual de Responsabilidade Limitada ou do Titular de Empresa Individual Imobiliária
408 Encerramento da Liquidação Judicial ou Extrajudicial
410 Início da Intervenção
411 Encerramento da Intervenção
414 Restabelecimento de Inscrição da Entidade
415 Restabelecimento de Inscrição de Filial
416 Início da Liquidação Judicial
417 Início da Liquidação Extrajudicial
418 Início da Recuperação Judicial
419 Encerramento da Recuperação Judicial
501 Extinção pelo encerramento da liquidação voluntária
502 Incorporação
503 Fusão
504 Cisão total
505 Encerramento do processo de falência
506 Encerramento do processo da liquidação extrajudicial
507 Elevação da filial à condição de matriz
511 Extinção por unificação da inscrição da filial
512 Transformação do órgão regional à condição de matriz (exclusivo SESC, SESI, SENAI, SENAC, SEBRAE e congêneres)
513 Transformação do órgão local à condição de filial do órgão regional (exclusivo SESC, SESI, SENAI, SENAC, SEBRAE e congêneres)
514 Anulação de inscrição indevida

Você pode encontrar mais informações sobre as diferentes situações especiais, incluindo a base legal e regra geral neste documento da Receita Federal.

A tabela abaixo mostra as empresas que possuem alguma Situação Especial e que estão ativas hoje no Brasil.

Situação Especial Empresas Ativas
Espólio EV 407 2.226
Recuperação Judicial 1.643
Decretação de Falência 982
Início da Liquidação Extrajudicial 413
Início de Intervenção 189
Início de Liquidação 156
Início de Liquidação Judicial 53
Início de Liquidação Extrajudicial 14

O número é relativamente baixo de empresas ativas com alguma situação cadastral relevante, já que é algo temporário que as empresas conseguem resolver, ou terminam suas operações.

Agora a tabela abaixo mostra uma análise completa da Situação Especial entre todas as mais de 43 milhões empresas que já foram registradas no Brasil.

Situação Especial Empresas
Decretação de Falência 6.084
Recuperação Judicial 1.722
Início da Liquidação Extrajudicial 1.151
Início da Liquidação 613
Início de Intervenção 209
Início de Liquidação Judicial 133
Início de Liquidação Extrajudicial 37

Essa aí é uma categoria que todos tentamos evitar. Fique longe!

Você tem alguma curiosidade sobre Situação Especial que quer ver aqui? É só pedir nos comentários.

Agora você já sabe mais do mercado que muita gente

Até agora nós analisamos juntos em muitos detalhes quase toda a estrutura cadastral das empresas do Brasil.

Olhamos juntos dezenas de gráficos e tabelas que tenho certeza que você nunca viu antes, porque eu nunca tinha visto, e olha que já procurei muito.

Então você que tá aqui comigo agora, pode ter certeza de uma coisa: Você já entende muito mais sobre o empreendedorismo do Brasil do que quase todos seus clientes, concorrentes, parentes, amigos e vizinhos!

E garanto que também entende mais que muitos políticos por aí que inventam regras e leis sem entender de verdade como tudo afeta a gente que tá no fim da linha.

Só conhecendo muito bem seu mercado, aonde estão seus clientes e concorrentes, como seu mercado está crescendo e onde as oportunidades estão aparecendo, que você vai descobrir novas maneiras de vender mais e ganhar mais dinheiro.

E é por isso que aqui nesta última seção que vamos analisar o mais importante de tudo: as atividades econômicas!

O mais importante de tudo: As principais atividades econômicas do Brasil

Todas as análises até agora foram muito legais, eu descobri muita coisa que eu nem sonhava.

Mas agora a gente vai ver em detalhes as atividades econômicas mais importantes do Brasil e aqui que fica divertido porque é agora que você vai descobrir tudo sobre seu mercado!

O tamanho dele, como está evoluindo e crescendo, quem são seus concorrentes, seus futuros clientes, seus possíveis parceiros e muito, muito mais!

Mas vamos lá, então, no fim das contas o que é um CNAE?

A Classificação Nacional de Atividades Econômicas, ou CNAE, é uma maneira de classificar as diferentes atividades econômicas que as empresas podem exercer em território nacional e auxiliar nas categorias tributárias.

Cada CNAE tem um código único de 7 dígitos que corresponde a uma atividade econômica específica.

O CNAE também tem uma particularidade muito interessante que é bom você saber, porque vai ajudar a descobrir muito mais sobre seu mercado.

Mas antes de te mostrar uns gráficos valiosos, você precisa entender a estrutura do CNAE.

Entendendo o CNAE?

O CNAE possui uma estrutura grande mas bem simples: Cada atividade possui um código único feito de 5 categorias:

  1. Seção,
  2. Divisão,
  3. Grupo,
  4. Classe e
  5. Subclasse.

Na estrutura atual do CNAE (conhecido como CNAE 2.3) existem

  • 21 seções,
  • 87 divisões,
  • 285 grupos,
  • 673 classes e
  • 1.332 subclasses.

Ou seja, existem 1.332 atividades econômicas diferentes que você pode empreender com sua empresa.

Parte 01 de 05 - A Seção do CNAE:

A tabela abaixo o primeiro nível da estrutura do CNAE, que é a Seção e reúne atividades de natureza semelhante.

Como falei ali em cima existem 21 seções (denominadas por letras) que dividem as atividades econômicas em grandes grupos.

Seção Denominação
A AGRICULTURA, PECUÁRIA, PRODUÇÃO FLORESTAL, PESCA E AQÜICULTURA
B INDÚSTRIAS EXTRATIVAS
C INDÚSTRIAS DE TRANSFORMAÇÃO
D ELETRICIDADE E GÁS
E ÁGUA, ESGOTO, ATIVIDADES DE GESTÃO DE RESÍDUOS E DESCONTAMINAÇÃO
F CONSTRUÇÃO
G COMÉRCIO; REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS
H TRANSPORTE, ARMAZENAGEM E CORREIO
I ALOJAMENTO E ALIMENTAÇÃO
J INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO
K ATIVIDADES FINANCEIRAS, DE SEGUROS E SERVIÇOS RELACIONADOS
L ATIVIDADES IMOBILIÁRIAS
M ATIVIDADES PROFISSIONAIS, CIENTÍFICAS E TÉCNICAS
N ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS E SERVIÇOS COMPLEMENTARES
O ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, DEFESA E SEGURIDADE SOCIAL
P EDUCAÇÃO
Q SAÚDE HUMANA E SERVIÇOS SOCIAIS
R ARTES, CULTURA, ESPORTE E RECREAÇÃO
S OUTRAS ATIVIDADES DE SERVIÇOS
T SERVIÇOS DOMÉSTICOS
U ORGANISMOS INTERNACIONAIS E OUTRAS INSTITUIÇÕES EXTRATERRITORIAIS

Parte 02 de 05 - A Divisão do CNAE:

O segundo nível na hierarquia é a Divisão e representa os primeiros dois dígitos do código, como vemos nesse exemplo de comércio geral.

Seção: G COMÉRCIO; REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS
Divisão:   45 COMÉRCIO E REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS
    46 COMÉRCIO POR ATACADO, EXCETO VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS
    47 COMÉRCIO VAREJISTA

Parte 03 de 05 - O Grupo do CNAE:

O próximo nível de detalhamento é o Grupo:

Seção: G COMÉRCIO; REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS
Divisão:   47 COMÉRCIO VAREJISTA
Grupo:   47.1 Comércio varejista não-especializado
    47.2 Comércio varejista de produtos alimentícios, bebidas e fumo
    47.3 Comércio varejista de combustíveis para veículos automotores
    47.4 Comércio varejista de material de construção
    47.5 Comércio varejista de equipamentos de informática e comunicação; equipamentos e artigos de uso doméstico
    47.6 Comércio varejista de artigos culturais, recreativos e esportivos
    47.7 Comércio varejista de produtos farmacêuticos, perfumaria e cosméticos e artigos médicos, ópticos e ortopédicos
    47.8 Comércio varejista de produtos novos não especificados anteriormente e de produtos usados

O identificador do Grupo é o terceiro dígito do código do CNAE.

Parte 04 de 05 - A Classe do CNAE:

Após o Grupo vem a quarta categoria chamada de Classe, que já é bem mais focada nas atividades exercidas:

Seção: G COMÉRCIO; REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS
Divisão:   47 COMÉRCIO VAREJISTA
Grupo:   47.5 Comércio varejista de equipamentos de informática e comunicação; equipamentos e artigos de uso doméstico
Classe:   47.51-2 Comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática
    47.52-1 Comércio varejista especializado de equipamentos de telefonia e comunicação
    47.53-9 Comércio varejista especializado de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo
    47.54-7 Comércio varejista especializado de móveis, colchoaria e artigos de iluminação
    47.55-5 Comércio varejista especializado de tecidos e artigos de cama, mesa e banho
    47.56-3 Comércio varejista especializado de instrumentos musicais e acessórios
    47.57-1 Comércio varejista especializado de peças e acessórios para aparelhos eletroeletrônicos para uso doméstico, exceto informática e comunicação
    47.59-8 Comércio varejista de artigos de uso doméstico não especificados anteriormente

A Classe é o quarto e quinto dígitos do código do CNAE.

Parte 05 de 05 - A Subclasse do CNAE:

E por fim a última categoria é a Sublcasse e é de fato o código final de cada atividade econômica!

No nosso exemplo o CNAE de um comércio varejista de equipamentos de informática teria essa estrutura:

Seção: G COMÉRCIO; REPARAÇÃO DE VEÍCULOS AUTOMOTORES E MOTOCICLETAS
Divisão:   47 COMÉRCIO VAREJISTA
Grupo:   47.5 Comércio varejista de equipamentos de informática e comunicação; equipamentos e artigos de uso doméstico
Classe:   47.51-2 Comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática
Subclasse:   4751-2/01 Comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática
    4751-2/02 Recarga de cartuchos para equipamentos de informática

Os Descritores do CNAE - O que a empresa pode fazer

Cada um dos 1.332 códigos do CNAE possui uma série de Descritores que explicam em detalhes as atividades econômicas que podem ser exercidas.

Seguindo o nosso exemplo uma empresa enquadrada no CNAE 4751-2/01 “Comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática” pode exercer as seguintes atividades:

Mesmo CNAE Atividades
4751-2/01 Acessórios para equipamentos de informática; comércio varejista
4751-2/01 Aplicativos Informáticos , comércio varejista de
4751-2/01 Assessoria em informática associado à venda de computadores e periféricos
4751-2/01 Cartuchos novos para impressoras; comércio varejista de
4751-2/01 Cartões memória; comércio varejista
4751-2/01 Computadores de pequeno porte; comércio varejista
4751-2/01 Drives, pen-drives, mouseE; comércio varejista
4751-2/01 Equipamentos de informática; comércio varejista
4751-2/01 Formulários contínuos para informática, exceto pré-impressos; comércio varejista
4751-2/01 Impressoras para computadores; comércio varejista
4751-2/01 Microcomputadores e periféricos; comércio varejista
4751-2/01 Microcomputadores; comércio varejista
4751-2/01 Monitores de vídeo; comércio varejista
4751-2/01 Mídias (virgens) para gravação e reprodução de arquivos eletrônicos; comércio varejista
4751-2/01 Periféricos para informática; comércio varejista
4751-2/01 Peças e acessórios para equipamentos de informática; comércio varejista
4751-2/01 Placas para computadores; comércio varejista
4751-2/01 Programas de computador não-customizáveis; comércio varejista de
4751-2/01 Softwares; comércio varejista
4751-2/01 Suprimentos para computadores; comércio varejista
4751-2/01 Suprimentos para informática; comércio varejista
4751-2/01 Suprimentos para microcomputadores; comércio varejista
4751-2/01 Teclados para computadores; comércio varejista
4751-2/01 Winchester; comércio varejista

Se você quiser visualizar e navegar aqui a tabela completa dos CNAEs disponibilizado pelo IBGE.

Esse link te deixa ver todas as atividades que você pode exercer com cada CNAE.

Mas agora se prepara.

Coloque o cinto de segurança.

Porque agora você vai descobrir TUDO sobre as atividades econômicas que fazem o Brasil andar pra frente!

Você sabe quais são as maiores atividades econômicas do Brasil?

Chegou a hora tão esperada!

Foi uma longa jornada até aqui, nós olhamos juntos tudo que é possível ser analisado sobre as empresas brasileiras em detalhes.

Mas eu guardei o melhor aqui pro final, para compartilhar com você que acompanhou o post inteiro e descobriu muita informação super valiosa que com certeza já te deu muitas idéias sobre o seu mercado e sua região.

Vamos para o que interessa. Gráficos!

Nesse primeiro gráfico, você pode ver a distribuição dos CNAEs Fiscais mais comuns no Brasil.

Atmosphere CNAE Atividade Econômica Fiscal das Empresas no Brasil

Uow! Impressionante!

Eu gastei muito tempo olhando esse gráfico em detalhes, e recomendo que você gaste um tempinho também.

Ao olhar com calma linha após linha, quadrado por quadrado, dá pra pescar umas informações muito interessantes sobre as maiores atividades econômicas do país.

É tanta coisa muito interessante que fica até difícil escolher algo para comentar, mas vamos lá.

Você imaginava que Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios seria a atividade econômica mais comum do Brasil?!

Ou que Cabeleireiros, manicure e pedicure seria o segundo? E que Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios, minimercados, mercearias e armazéns seria o terceiro?!

Impressionante demais, isso mostra a economia real do país. É isso que faz o Brasil andar!

Eu fiquei muito surpreso com esse gráfico e com essas informações por isso resolvi fazer uma tabela dos 25 CNAEs Fiscais mais usados pelas empresas ativas do Brasil:

Atividade Econômica Empresas Ativas
Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios 1.102.033
Cabeleireiros, manicure e pedicure 827.060
Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios, minimercados, mercearias e armazéns 509.145
Obras de alvenaria 478.983
Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares 472.521
Promoção de vendas 363.684
Restaurantes e similares 350.376
Condomínios prediais 277.463
Fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para consumo domiciliar 270.990
Atividades de associações de defesa de direitos sociais 252.373
Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional 243.282
Comércio varejista de bebidas 240.454
Atividades de estética e outros serviços de cuidados com a beleza 237.448
Instalação e manutenção elétrica 234.246
Bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas, sem entretenimento 218.394
Comércio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal 212.441
Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças municipal 209.223
Serviços ambulantes de alimentação 195.586
Comércio a varejo de peças e acessórios novos para veículos automotores 194.355
Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo não especificados anteriormente 192.243
Serviços de manutenção e reparação mecânica de veículos automotores 190.752
Serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas 179.137
Comércio varejista de outros produtos não especificados anteriormente 172.653
Comércio varejista de materiais de construção em geral 169.547
Confecção de peças do vestuário, exceto roupas íntimas e as confeccionadas sob medida 167.907

Essa lista é impressionante!

Eu achei muito curioso que Obras de Alvenaria é a quarta maior atividade econômica no Brasil e Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares é a quinta!

Bom, acho que nós dois ficamos com a mesma curiosidade após ver esse gráfico. Como é a distribuição dos CNAEs Fiscais nos estados?

Aqui nenhuma pergunta fica sem resposta, então está aí!

Atmosphere CNAE Atividade Econômica Fiscal das Empresas por Estado no Brasil

Qual o tamanho do seu mercado no seu estado? E o que mais te surpreendeu nesse gráfico? Fala pra mim nos comentários porque estou muito curioso!

Apesar de vermos a mesma estrutura básica das atividades mais comuns esse gráfico mostra algumas diferenças curiosas.

Por exemplo, na maioria dos estados a atividade econômica principal é o “Comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios”, porém no Ceará o segmento líder são “Empresas de comércio varejista de mercadorias em geral”, e no Rio de Janeiro a lista é dominada por “Cabeleireiros, manicures e pedicures”.

Dá pra ficar horas olhando esse gráfico e descobrindo muitas informações valiosas e curiosas. Salva ele aí pra você olhar mais tarde com calma porque a gente precisa continuar andando aqui!

Mas ei, você lembra que agora pouco, no começo da seção sobre CNAE, eu falei que tenho uma particularidade muito interessante para comentar né?

CNAE Secundário! Tão importante quanto o primário

Então, você deve ter percebido aqui nos últimos parágrafos que eu falei algumas vezes sobre o CNAE Fiscal das empresas.

O CNAE Fiscal é a atividade econômica principal de uma empresa. Cada empresa só tem um CNAE Fiscal.

Porém uma empresa pode ter muitos CNAEs cadastrados como CNAE Secundários! Isso permite a empresa trabalhar em diversas atividades econômicas diferentes.

Isso é algo muito importante para analisar, porque muitas empresas podem ser concorrentes diretas, mas uma possui um CNAE Fiscal e um secundário e a outra empresa possui eles invertidos.

Ou você está procurando um novo cliente mas o CNAE que você está procurando não é o Fiscal dele, é o Secundário, e daí você nunca vai encontrar ele.

Então se você viu alguém fazendo uma análise das mais simples por aí, considerando só o CNAE primário, pode ter certeza que ele nunca vai nem descobrir esse concorrente ou novo cliente porque não está analisando todas as informações possíveis.

E é claro que aqui eu analisei tudo da maneira mais completa para você.

Atmosphere CNAE Atividade Econômica Secundária das Empresas no Brasil

Esse gráfico mostra que a distribuição de CNAE Secundário das empresas ativas é bem parecida a do CNAE Fiscal, mas lembre-se do que falei antes, não é porque o gráfico é parecido que não traz valor novo.

Ele traz MUITO valor novo porque mostra esses milhões de empresas em todas as áreas de atividade econômica que não seriam encontradas se você procurasse só pela atividade econômica fiscal, ou principal, delas.

E existem algumas atividades comerciais que fazem sentido você ter muitos, dezenas, de CNAEs secundários.

Consegue pensar em alguma atividade que isso faria sentido?

Eu te digo uma: Leiloeiro.

Um leiloeiro tem que poder vender e operar em muitas áreas diferentes, então eles sempre têm muitos CNAEs secundários.

Grandes lojas e atacados também muitas vezes tem diversos CNAEs Secundários para poder vender aqueles milhares de itens que a gente encontra nas prateleiras.

E por aí vai.

Somando todos os CNAEs das empresas - O resultado valioso

Mas já que uma empresa pode exercer todas as atividades cobertas pelos seus CNAEs, é importante olharmos a distribuição de todos os CNAEs (Fiscal e Secundário) de todas as empresas ativas do Brasil.

Como eu procurei muito essa informação e não encontrei em nenhum lugar (de novo), eu fiz mais um gráfico pra gente ver juntos.

Atmosphere CNAE Atividade Econômica das Empresas no Brasil

A estrutura geral é muito parecida com o anterior, a única diferença é que agora identificamos milhões de empresas a mais em cada setor da economia que são nossos possíveis clientes ou concorrentes. E agora nós enxergamos eles.

É bem isso que importa pra gente no fim do dia. Tanto faz se a empresa tem CNAE Fiscal ou Secundário do seu mercado, o que importa é que ela pode exercer a atividade e faz parte do seu público.

Como essa informação é muito valiosa vamos olhar a fundo essa tabela abaixo com 50 CNAEs mais comuns entre as empresas ativas no Brasil, somando tudo, CNAE Fiscal e Secundário.

Atividade Econômica Fiscal Empresas Ativas
Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios 1.886.227
Comércio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal 1.004.552
Cabeleireiros, manicure e pedicure 962.117
Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares 954.576
Comércio varejista de bebidas 816.856
Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios minimercados, mercearias e armazéns 790.589
Instalação e manutenção elétrica 781.755
Obras de alvenaria 751.464
Comércio varejista de outros produtos não especificados anteriormente 718.145
Promoção de vendas 610.737
Serviços de pintura de edifícios em geral 605.443
Comércio varejista de calçados 597.077
Restaurantes e similares 570.909
Fornecimento de alimentos preparados preponderantemente para consumo domiciliar 556.230
Comércio varejista de suvenires, bijuterias e artesanatos 526.768
Atividades de estética e outros serviços de cuidados com a beleza 506.647
Serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas 498.673
Transporte rodoviário de carga exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional 497.125
Comércio varejista de produtos alimentícios em geral ou especializado em produtos alimentícios não especificados anteriormente 496.407
Comércio varejista especializado de equipamentos e suprimentos de informática 491.321
Comércio a varejo de peças e acessórios novos para veículos automotores 487.167
Comercio varejista de artigos de armarinho 484.821
Comercio varejista de artigos de cama, mesa e banho 466.762
Comércio varejista de materiais de construção em geral 461.481
Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo não especificados anteriormente 458.007
Transporte rodoviário de carga exceto produtos perigosos e mudanças municipal 449.006
Instalações hidráulicas, sanitárias e de gás 434.130
Bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas sem entretenimento 429.954
Treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial 400.207
Reparação e manutenção de computadores e de equipamentos periféricos 380.474
Comércio varejista especializado de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo 374.017
Serviços de manutenção e reparação mecânica de veículos automotores 369.390
Serviços ambulantes de alimentação 350.743
Outras atividades de ensino não especificadas anteriormente 338.735
Comércio varejista de ferragens e ferramentas 333.758
Construção de edifícios 332.056
Comércio varejista de outros artigos de uso doméstico não especificados anteriormente 328.314
Serviços combinados de escritório e apoio administrativo 322.754
Atividades associativas não especificadas anteriormente 309.038
Comércio varejista especializado de equipamentos de telefonia e comunicação 308.248
Comércio varejista de brinquedos e artigos recreativos 300.422
Comércio varejista de material elétrico 286.698
Confecção de peças do vestuário exceto roupas íntimas e as confeccionadas sob medida 285.326
Condomínios prediais 279.339
Atividades de associações de defesa de direitos sociais 273.370
Comércio varejista de móveis 272.132
Padaria e confeitaria com predominância de revenda 261.326
Comércio varejista de artigos de papelaria 256.672
Comércio varejista de hortifrutigranjeiros 251.623
Atividades de organizações associativas ligadas à cultura e à arte 247.696

Esta tabela deixa bem claro que a grande maioria das empresas ativas do Brasil atuam nos setores de alimentação, comércio varejo de roupas, alimentos e acessórios, beleza pessoal, construção civil e prestação de serviços.

Essa informação é demais!

Eu sugiro que você volte e olhe com muita atenção todos os gráficos e tabelas desta seção, porque a quantidade de inteligência de mercado que dá pra tirar é enorme.

E quanto mais você olha, procura e compara, mais você aprende sobre o seu mercado e sobre o Brasil, e mais você se distancia dos seus concorrentes para tomar decisões rápidas e inteligentes.

O seu mercado está na lista? Ou não?

Estou pensando em fazer algumas análises parecidas com esse post mas focadas em mercados específicos, então conta pra mim nos comentários qual o seu mercado e o que você quer saber dele! Vai me ajudar muito a decidir por onde começar.

Eu tenho certeza absoluta que você descobriu muita coisa nesse post, com várias informações que não existem em nenhum outro lugar, só aqui.

Como eu vou continuar sempre atualizando esse post aqui e vou escrever muitos outros posts fazendo análises práticas e completas sobre tudo relacionado as empresas do Brasil, deixa seu email pra você ser o primeiro a saber quando saírem novas análises fresquinhas:

Agora vamos começar a última seção que é a mais divertida desse post!

Você vai ver vários fatos e estatísticas muito curiosas que eu descobri enquanto analisava todos esses dados reais e atualizados preparando esse post para você.

Resolvi fazer essa seção só com curiosidades.

5 Fatos Curiosos sobre as Empresas do Brasil

Você chegou até aqui!

Nesse post a gente viu toda a estrutura jurídica que as empresas do Brasil tem, ponto a ponto, e juntos olhamos o tamanho e a evolução das empresas de diversas maneiras diferentes.

Mas durante esse processo todo de análise, que demorou muitas semanas e muitas horas de trabalho, eu descobri algumas curiosidades.

Separei essas curiosidades aqui para você que leu o post todo e já sabe muito mais que vários empresários e vendedores por aí.

Preparado?

Falamos muito sobre os CNAEs mais utilizados, mas quais são os menos comuns?

Eu sei que você também ficou pensando nisso enquanto a gente olhou todas aquelas tabelas e gráficos das atividades econômicas mais comuns no Brasil!

A tabela abaixo mostra os 10 CNAEs Fiscais menos utilizados no Brasil.

Atividade Econômica Fiscal Empresas Ativas
Extração e beneficiamento de xisto 3
Fabricação de óleo de milho em bruto 3
Transporte espacial 3
Cultivo de juta 2
Elaboração de combustíveis nucleares 2
Fabricação de veículos militares de combate 2
Comércio atacadista de coelhos e outros pequenos animais vivos para alimentação 2
Produção de casca de acácia negra florestas plantadas 1
Criação de ostras e mexilhões em água doce 1
Fabricação de açúcar de cereais (dextrose) e de beterraba 1

Transporte espacial e elaboração de combustíveis nucleares são nossos favoritos! E os seus?

Campeões nacionais do MEI

Quando analisei a distribuição dos MEI fiquei curioso sobre os municípios com a maior porcentagem de MEI em relação ao número de empresas ativas.

E imagino que você também ficou curioso.

Preparei uma tabela com os 10 municípios com maior porcentagem de MEI nas empresas ativas:

Município % Mei nas Empresas Ativas
Perdigão, MG 83.1%
Ribeirão Das Neves, MG 79.8%
Mesquita, RJ 79.4%
Belford Roxo, RJ 79.2%
Araújos, MG 79.2%
Ibirité, MG 78.0%
Queimados, RJ 77.7%
Belém, PB 77.4%
Japeri, RJ 77.2%
Varre-Sai, RJ 76.5%

Você mora em alguma delas? Sabe explicar?

Onde o MEI é raro?

E quais são os municípios com a menor porcentagem de MEI em relação ao número de empresas ativas.

Preparei também uma tabela com os 10 municípios com menor porcentagem de MEI nas empresas ativas:

Município % MEI nas Empresas Ativas
Pedranópolis, SP 9.9%
Santa Salete, SP 9.7%
Nova Castilho, SP 9.5%
Caiuá, SP 9.3%
Santana Da Ponte Pensa, SP 8.5%
Turmalina, SP 7.7%
Álvares Florence, SP 7.1%
Arco-Íris, SP 6.7%
Alto Alegre, SP 6.5%
Marabá Paulista, SP 5.7%

Você mora ou conhece a economia de algum desses municípios? Conta aqui pra gente nos comentários o que tem de diferente aí na sua cidade!

Existe uma época do ano que mais empresas são criadas?

Ah, eu tava muito curioso sobre isso e fiz um calendário entre 2011 e 2020 mostrando quantas empresas abriram em cada dia de cada ano.

Atmosphere Calendário Data de Abertura das Empresas Ativas no Brasil 2011 a 2020

Eu gosto deste gráfico, porque mostra várias coisas diferentes mas é bem simples de entender.

Cada quadradinho do mapa mostra quantas empresas abriram em cada dia.

O primeiro quadrado é o primeiro dia do mês e os dias vão avançando dessa forma:

Domingo 1 8
Segunda 2 9
Terça 3 10
Quarta 4
Quinta 5
Sexta 6  
Sábado 7 ↗️  

Claro, nem todo mês começa em um Domingo, mas a idéia é sempre a mesma.

E quanto mais escuro o azul, mais empresas abriram naquele dia (seguindo a legenda de cores ali do lado direito).

Se você quer entender melhor este gráfico dá uma olhada nesse artigo onde explico de um jeito bem simples mas objetivo como entender todos os tipos de gráficos que uso aqui no blog.

Então, achei algumas coisas bem interessantes nesse gráfico:

  • Olhando o gráfico dos 10 anos como um todo vemos que a cada ano temos um número médio maior de empresas abrindo todos os dias. O azul vai ficando mais escuro (e faz sentido, lembra dos gráficos que vimos sobre a evolução das empresas ativas?)
  • Como esperado, não temos empresas abrindo nos Sábados e Domingos!
  • Fevereiro e Dezembro são os meses com menor abertura de novas empresas. O Brasil está em ritmo de férias e Carnaval!
  • Também como esperado não temos muitas empresas criadas nos feriados, hehe

Que dia do ano mais empresas fazem aniversário?

Ahn? Como assim?

Hehehe

Bom, depois de olhar aquele gráfico de calendário da seção anterior eu fiquei pensando numa coisa..

Será que tem uma época do ano que mais empresas são abertas?

Pra matar essa curiosidade fiz uma análise bem simples mas muito legal. Peguei todas as empresas que estão ativas hoje e fiz um mapa de aniversário delas, baseado no dia de abertura de cada uma.

[Atmosphere Calendário de Aniversário das Empresas Ativas no Brasil

Esse calendário mostra umas coisas bem interessantes:

  • Quase não temos empresas abrindo durante os feriados nacionais!
  • Poucas empresas são abertas na primeira semana de Janeiro e nas últimas duas semanas Dezembro (é ritmo de férias!)
  • Muitos dias com grande número de abertura de empresas nos primeiros em Janeiro e Março e depois em Julho, Agosto, Setembro e Outubro.

Mas e aí, qual dia você acha que é o campeão de empresas fazendo aniversário?

Com 75.109 fazendo aniversário neste dia, 30 de Janeiro é o campeão!

Segue o Top 10:

Dia Empresas Ativas
30/Janeiro 75.109
13/Março 73.700
27/Março 72.495
23/Janeiro 72.287
12/Março 72.034
01/Agosto 71.793
31/Janeiro 71.581
20/Março 71.535
19/Fevereiro 71.102
29/Janeiro 71.004

O Top 10 é dominado pelos três primeiros meses do ano.

Mas é claro que agora temos que olhar o outro lado né.

Quais são os dias do ano que temos o menor número de aniversários?

Dia Empresas Ativas
25/Dezembro 2.748
24/Dezembro 6.458
07/Setembro 7.085
12/Outubro 7.840
31/Dezembro 8.036
02/Novembro 8.659
15/Novembro 8.953
1/Janeiro 9.477
1/Maio 10.653
21/Abril 12.643

Nenhuma surpresa aí, né?

Como vimos nos gráficos anteriores essa lista mostra que nos feriados e ao redor deles o número de abertura de novas empresas é muito baixo.

Mas então no fim das contas, como é isso tudo mês-a-mês?

Claro que fiz o gráfico pra gente ver.

Atmosphere Aniversário das Empresas Ativas no Brasil por Mês

Vemos neste gráfico que Março é o mês campeão!

Pelo jeito todas aquelas idéias e promessas feitas no Ano Novo só são executadas mesmo após o Carnaval.. Hehe

Mas bom, tem muito conteúdo rico pra gente analizar aí em cima, né?

Quer ver alguma outra estatística ou tem alguma curiosidade? Me conta nos comentários o que você quer que eu faço a análise e atualizo aqui!

Ainda tem muita coisa interessante para descobrirmos juntos nos próximos posts!

Conclusão

Ah não, chegamos ao fim desse post!

Esse post foi muito completo e juntos analisamos dados reais e atualizados que mostraram várias informações super valiosas que te deixaram muito mais preparado que os teus concorrentes.

Com esse conhecimento todo agora você pode focar seus esforços no comercial e marketing da sua empresa pra vender mais.

Vai ser o melhor investimento do teu tempo, sem dúvida.

Aqui você descobriu muita informação que tenho certeza que você nunca tinha visto em outro lugar, porque eu procurei muito e não encontrei, e vi que valia a pena investir algumas semanas do meu tempo para compartilhar contigo.

A gente viu aqui a evolução do empreendedorismo brasileiro de diversas maneiras diferentes.

Olhamos o crescimento das empresas registradas no Brasil, vimos como elas evoluíram durante o tempo com aquele vídeo super legal que comparou os estados ano a ano desde 1940.

Discutimos tudo sobre a Situação Cadastral das empresas e olhamos em detalhes como todas as empresas do Brasil se encaixam nessa categoria. Também vimos muitas características da distribuição das empresas ativas em todos os estados e também em todos os municípios.

Depois vimos tudo sobre o Porte das empresas e como elas estão espalhadas pelo Brasil. Vimos até umas curiosidades muito legais sobre as diferenças da distribuição do Porte entre os estados e municípios.

Daí olhamos a estrutura do Simples Nacional e criamos vários gráficos e tabelas que mostraram muita informação importante sobre essa categoria de tributação que a maioria das empresas do Brasil aderiu. Lembra daquele gráfico que mostrou o crescimento nos últimos anos né?!

E em seguida chegamos no MEI com grande estilo.

Entendemos TUDO sobre o MEI através de muitos gráficos e tabelas e descobrimos que são os MEI que estão movimentando a economia do país hoje. Foi de cair o queixo aqueles gráficos que olhamos sobre o crescimento de MEI nos últimos anos.

Na sequência falamos bastante sobre a Natureza Jurídica das empresas com uma série de análises dos tipos mais comuns no Brasil todo e também em cada estado.

Depois disso fizemos uma análise da Situação Especial das empresas e rapidinho vimos porque isso é algo que temos que evitar a qualquer custo.

E finalmente chegamos no mais interessante de tudo: uma análise super rica e completa sobre os CNAEs e as principais atividades econômicas das empresas do Brasil!

Eu tenho certeza que você também ficou muito surpreso com alguns daqueles gráficos e tabelas mostrando o tamanho de cada setor da economia, da mesma maneira que eu fiquei quando estava preparando esse material aqui pra gente.

E por fim, claro, nos divertimos um pouco vendo algumas curiosidades e estatísticas muito legais que descobri enquanto fazia as análises para os nossos gráficos e tabelas. Garanto que você não também não sabia tudo aquilo sobre os aniversários das empresas!

Ah, e como eu falei antes, eu já estou trabalhando em muitas outras análises nesse estilo mas bem específicas para vários setores da economia que discutimos aqui hoje e que valem a pena a gente investigar em mais detalhes.

Acho que deu pra entender que as possibilidades são infinitas, né?

Você pode entender sua empresa muito melhor do que você entende hoje.

Você pode trazer um nível a mais de inteligência e estratégia para abrir novas frentes de negócio para sua empresa.

E claro, lucrar mais, porque é pra isso que estamos aqui.

Com essa inteligência de mercado, você vai ter acesso a conhecimento e estratégias que hoje só aquelas empresas gigantes que tem condições de pagar centenas de milhares de reais pelas consultorias famosas conseguem receber.

Meu objetivo é trazer a Inteligência de Dados de primeira pra mão de pessoas como você.

Em breve vou lançar mais alguns posts muito valiosos aqui no blog que eu tenho certeza que você vai querer ver.

E em poucas semanas vamos lançar a plataforma de inteligência de mercado para que você possa descobrir tudo sobre seu mercado aí, na sua cidade, de maneira muito rápida e fácil.

Para ser o primeiro a saber disso tudo é muito simples. É só deixar seu email aqui que eu te aviso no minuto que tudo isso estiver pronto.

Ah, e deixa um comentário aqui embaixo dizendo pra mim o que você achou desse post e qual foi sua análise favorita, se você tem alguma dúvida, ou se quer que eu adicione uma análise nova aqui!

Vai ser muito legal conversar com você e descobrir qual é o seu mercado.

Abraço,

Fred

PS: Se quiser ver gráficos e análises super legais e exclusivos segue a gente no Instagram, Facebook, Linkedin e Youtube!

compartilhe




Fred Estante

Fred Estante

Co-Fundador e CEO da Atmosphere

Engenheiro Físico formado pela Embry-Riddle e Mestre em Engenharia Aeroespacial pela University of Colorado Boulder.

Fred é fascinado por empreendedorismo, big data, ciência, astronomia e mapas históricos. E também é o Fã #1 de De Volta Para o Futuro.