Business Intelligence: Crie uma Oportunidade de Ouro

Business Intelligence: Crie uma Oportunidade de Ouro

por Fred Estante

Não existe nada pior do que tomar uma decisão errada na empresa.

Aquela decisão tomada no calor do momento, na pressa, sem pensar muito.

No “instinto”.

E que depois volta pra cobrar..

Seja perdendo uma venda ou um cliente, ou causando algum problema operacional e de logística.

Ou até algo mais sério.

Um problemão jurídico ou contábil que traz muita dor de cabeça.

Quem nunca ouviu falar sobre uma situação dessas?

Ou pior..

Passou por uma situação dessas?

Isso acontece o tempo todo em quase todas as empresas. É muito mais comum do que a gente imagina.

E acontece por um motivo bem simples: falta de conhecimento.

Não importa se você é o dono da empresa, ou trabalha no mesmo setor fazendo a mesma coisa há 20 anos.

O mundo muda o tempo todo.

E se você não tem um controle muito bom sobre tudo que acontece na sua empresa, ou só acha que sabe tudo sobre a sua empresa, eu tenho algo pra te contar.

Você parou no tempo.

E está trabalhando somente no achismo com seu orgulho.

Hoje a tecnologia não é mais somente algo que pode te ajudar a vender mais.

A tecnologia é essencial para quem quer sobreviver no mercado, e ganhar da concorrência.

O nosso Brasil já tem hoje mais de 20 milhões de empresas ativas!

E esse número só aumenta todos os dias.

A competitividade é muito alta, e você precisa entender a sua empresa, e a sua concorrência, melhor do que ninguém.

Só assim você vai crescer e alcançar o sucesso.

E é justamente sobre isso que venho falar aqui hoje.

Sobre como você pode, e deve, entender melhor o seu negócio e transformar as informações da sua empresa em uma estratégia pra vencer.

Tudo isso é possível através do Business Intelligence.


O que é BI?

BI é a sigla para Business Intelligence, Inteligência Empresarial ou Inteligência de Negócios, que nada mais é que um processo para transformar dados e informações da sua empresa em uma estratégia para melhorar a tomada de decisões.

O objetivo do BI é simples:

  • Coletar dados e informações sobre sua empresa e seus concorrentes
  • Organizar e categorizar as informações
  • Analisar os resultados para entender as principais métricas do seu negócio
  • Descobrir padrões de comportamento da sua equipe, clientes, fornecedores e até dos seus concorrentes
  • Usar essas informações para criar estratégias que melhoram os processos na sua empresa

E a tecnologia será sua melhor amiga nesta jornada.

Mas não se engane achando que BI é algo novo, que está na modinha agora..

Business Intelligence não é nenhuma novidade

Em 1865 o escritor Richard Miller Devens foi o primeiro a usar o termo “business intelligence” ao descrever como o banqueiro Sir Herny Furnese venceu a concorrência usando dados e informações para guiar a estratégia de crescimento do seu banco.

O Richard Devens escreveu essa análise em 1865, mas na verdade o Sir Henry Furnese usou essa estratégia no seu banco em 1694!

E, apesar de não ter computadores na época pra ajudar no processo, o princípio que ele usou foi exatamente o que escrevi nos 5 pontos ali em cima.

Ele coletou e organizou informações de diversas fontes diferentes para ajudar na estratégia de crescimento do banco.

Ele confiou mais nos dados do que no seu instinto..

E a história mostra que ele estava certo.

Por que BI é importante para minha empresa?

Somente através da Inteligência de Negócios você vai conseguir ter controle sobre os principais pontos da sua empresa para tomar decisões assertivas.

Cada empresa é única e cabe a você entender os principais pontos da sua operação para analisar com cuidado.

Mas alguns objetivos do BI são comuns para todas as empresas:

  • Avaliar o desempenho e eficiência de cada setor na sua empresa
  • Reduzir custos operacionais
  • Cortar despesas desnecessárias
  • Identificar as áreas que precisam de mais investimento
  • Aumentar a eficiência dos processos
  • Encontrar problemas que precisam ser corrigidos
  • Identificar tendências nas suas vendas
  • Descobrir semelhanças, e diferenças, no perfil dos seus clientes
  • Melhorar a experiência do cliente
  • Identificar onde sua concorrência está tentando roubar seu mercado
  • E claro, identificar novas oportunidades de negócios

Na lista eu falei em identificar tendências nas vendas. Mas isso é um ponto tão importante que vale a pena eu falar mais um pouco.

O que eu quero dizer com isso é simples: você não deve apenas olhar o volume total de vendas pra ver como as coisas estão indo.

Você deve analisar em detalhes essa informação!

Só assim você vai identificar como cada produto ou serviço que você vende está se comportando.

E com isso você vai aprender muito mais sobre seus clientes.

Você vai descobrir quais produtos fazem mais sucesso com determinados tipos de clientes.

Olhando esse crescimento assim, de um jeito bem segmentado, vai te dar sacadas muito importantes para o seu negócio.

Vai ter dar munição para direcionar suas campanhas de marketing e sua equipe de vendas em uma combinação específica de produto + cliente que vai te trazer os melhores resultados financeiros.

Os 4 passos da Inteligência de Negócios

Eu não vou tentar reinventar a roda aqui.

Inteligência de Negócios é um processo bem entendido e bem objetivo.

Dá pra resumir o processo de Inteligência de Negócios em 4 passos simples:

  1. Coletar Dados
  2. Extrair Informação
  3. Transformar Conhecimento
  4. Ganhar Sabedoria

Vou entrar em detalhes em cada um dos 4 passos.

Passo 01 - Coletar Dados

O primeiro passo é o mais importante de todos.

Você precisa de dados!

Sem dados, você não consegue fazer nada.

Mas os dados precisam ser confiáveis, corretos, completos e atualizados.

Esta etapa pode demorar um pouco e provavelmente será trabalhosa, mas é a base de tudo e precisa ser muito bem feita, com atenção e cuidado.

Então comece buscando as informações que você já tem dentro da sua empresa. Provavelmente perdidas em diversas planilhas e programas em diferentes setores da empresa.

Pergunte para os seus colaboradores e colegas que tipos de informações eles tem sobre as operações da empresa que podem compartilhar contigo.

Te garanto que vai ficar surpreso com a riqueza de dados que o pessoal coleta (até sem querer e saber!).

Depois comece a olhar nos históricos de vendas antigas.

E daí quando você fizer isso tudo já vai começar a ficar claro que tipos de informações você já tem acesso, e quais informações você ainda não tem.

Para essas informações não tem jeito, você vai ter que começar a coletar esses dados a partir de agora.

Passo 02 - Extrair Informação

Nesta etapa você vai organizar os dados que coletou na etapa anterior.

Aqui você vai interpretar os dados em seu contexto e entender as relações entre eles.

Vai juntar dados para montar séries históricas, por exemplo:

  • Gastos operacionais (aluguel, internet, luz, água, combustível, seguro, etc)
  • Volume de vendas nos últimos anos
  • Vendas por cliente
  • Vendas por tipo de produto
  • Vendas por região (bairro, cidade, estado, etc)

Você também vai identificar fontes diferentes de dados que podem ser usadas em conjunto:

  • Impostos pagos
  • Comissões e bonificações
  • Contas Fixas
  • Custos e prazos de transporte e armazenamento
  • Devoluções de produtos (volume e custos)
  • Gastos com produção dos produtos ou serviços
  • Inadimplência
  • Volume de vendas (por produto, por canal, por vendedor, etc)

Pode parecer confuso, mas vou te contar um segredo..

Comece pequeno.

Simples assim. Pegue um desses pontos acima (ou um que você achar que é importante pra sua empresa) e analise tudo que você tem sobre ele.

Entenda como o perfil dos gastos ou receitas está evoluindo durante o tempo.

E só repita esse ciclo para todas as fontes de dados que você já compilou durante a primeira etapa.

Rapidinho você já vai começar a entender as relações de causa e efeito. E aí entramos na próxima etapa!

Passo 03 - Transformar Conhecimento

Nesta etapa você vai identificar os padrões que existem nos dados como um todo, por exemplo:

  • Como as mudanças no seu faturamento afetam seus gastos fixos e variáveis
  • Percentual de lucro por canal (loja física, representantes comerciais, revendas, e-commerce, etc)
  • Principais fontes de perdas (atrasos, devoluções, inadimplência, etc)

Estas análises vão te trazer sacadas muito importantes de “causa e consequência” para seu negócio.

É aqui que você vai entender de verdade as relações dentro da sua empresa, e como cada fator impacta no seu operacional e no seu financeiro.

Essa etapa pode consumir muito tempo se você deixar, mas você pode ser bem objetivo.

Comece analisando os dados de maneira mais global (gastos, receitas, vendas, etc) para entender como tudo funciona junto.

E a medida que você entender melhor as informações que você tem, naturalmente você vai se aprofundar nos detalhes.

Passo 04 - Ganhar Sabedoria

A última etapa é onde tudo finalmente faz sentido!

Agora que você já tem em mãos todas as análises, você já começou a notar muitos pontos para melhorar na sua empresa e já começou a tirar vários insights.

Para ganhar sabedoria do seu negócio não tem segredo, fórmula mágica ou mistério.

É bem simples, mas requer tempo.

Você precisa analisar todas as informações e gráficos com calma, em conjunto, para entender como cada parte da sua empresa, e do seu mercado, afeta as operações e o seu financeiro.

E daí você vai poder tomar decisões certeiras e bem informadas para otimizar seus processos.

E com isso, vai ter uma vantagem competitiva enorme!

Inteligência Competitiva: É isso que vai te levar ao sucesso

A maioria das pessoas se preocupa demais com a concorrência.

É claro que é importante saber onde seus concorrentes estão, e o que eles estão fazendo.

Mas não adianta nada ter essa informação se você não sabe exatamente como a sua empresa funciona!

Antes de olhar pra grama do vizinho, você tem que fazer a tarefa de casa pra entender qual a sua maior vantagem competitiva, e onde estão os seus problemas.

Se não você vai tentar competir diretamente em um produto ou serviço que não é o melhor para sua empresa.

Quando você descobrir as principais métricas da sua empresa, e onde está a sua maior vantagem competitiva, aí sim vale a pena estudar seu concorrente.

Você vai analisar onde eles estão localizados, quem são seus clientes, quais são seus principais produtos e serviços.

Com todas essas informações em mãos, vai ficar bem claro qual o melhor caminho para vencer.

Tony Stark vencendo com explosão

Como começar com Business Intelligence na minha empresa?

O objetivo do BI é claro: permitir tomadas de decisão rápidas e bem informadas.

Você pode começar a aplicar os conceitos de Business Intelligence na sua empresa hoje. Agora.

O primeiro passo é simples, mas trabalhoso: Organize os dados e informações!

  • Centralize as informações sobre seus clientes:
    • Informações de contato
    • Histórico de compras
  • Organize suas finanças:
    • Tenha um controle completo sobre o financeiro da sua empresa
    • Identifique todos os gastos e despesas
    • Organize as vendas mensais por categoria de produto ou serviço

Com isso em mãos, você já deu o primeiro passo, que é o mais importante de todos.

Eu tenho certeza absoluta que só de caçar essas informações na sua empresa e juntar elas, você já vai descobrir várias oportunidades.

Olhando o histórico de clientes você vai encontrar vários que pararam de comprar de você alguns meses atrás e provavelmente estão comprando de um concorrente agora. Corra atrás deles!

Olhando o histórico de compras dos clientes você também vai entender como o perfil de compras deles está mudando, se estão deixando de comprar algum produto e comprando mais de outro.

O volume de vendas também vai te dizer se existe potencial para vender ainda mais para aquele cliente.

E imagina quando você começar a olhar pra dentro de casa e fizer o levantamento financeiro..

Vão chover ideias e oportunidades!

Você com certeza vai encontrar vários lugares para cortar gastos, otimizar investimentos e melhorar as operações.

Business Intelligence e Big Data são a mesma coisa?

Não!

Muita gente confunde os termos e acham que são a mesma coisa, mas na verdade não são.

Big Data se refere a um conjunto de ferramentas que armazena e processa um grande volume de dados.

Estes dados são analisados para tirar conclusões sobre o negócio, que te auxiliam no processo de tomada de decisão da Inteligência de Negócios.

BI pode até aproveitar Big Data para te ajudar com um grande volume de informações pra te ajudar na tomada de decisão. Mas são conceitos diferentes e independentes.

Business Intelligence e Business Analytics são a mesma coisa?

Não!

Até agora eu falei o que é BI: um conjunto de ferramentas e estratégias para coletar dados e informações e usar eles para identificar as principais métricas, problemas e oportunidades.

O BA, Business Analytics ou Análise de Negócios, é parecido porque também utiliza os mesmos dados históricos, mas com o objetivo de fazer análises preditivas.

Mas o que são análises preditivas?

São análises que buscam prever futuras tendências e movimentos do mercado.

Então, resumindo, o Business Intelligence é mais focado em entender bem a sua empresa para melhorar as operações e vendas agora, através do constante monitoramento das principais métricas.

Já o Business Analytics está preocupado em entender o passado, e o momento atual, para prever o comportamento futuro do mercado, dos clientes e concorrentes.

Conclusão

Neste post nós discutimos tudo sobre BI, o que é e o que realmente importa pra sua empresa, de um jeito bem fácil e prático.

Eu te garanto que você vai colher frutos muito bons só de ler esse post e começar a trabalhar com inteligência de negócios na sua empresa.

Só de ter as informações organizadas você vai ter muitas sacadas de como melhorar seus processos, diminuir seus custos e aumentar suas vendas.

E agora que você já aprendeu tudo sobre BI, tem mais uma coisa que você pode descobrir..

Eu falei no post que os principais pilares do BI são entender muito bem a sua empresa e a sua concorrência.

E eu posso te ajudar melhor do que ninguém a entender a sua concorrência.

O nosso programa de inteligência de mercado, com todas as informações das XXX empresas registradas no Brasil.

E como o programa é muito simples de usar, e rápido, você vai descobrir tudo sobre seus clientes e concorrentes com poucos cliques, em 2 minutos.

Eu tenho certeza que vai ser um divisor de águas na sua empresa e vai te ajudar a vender e lucrar muito mais.

E pra receber análises exclusivas e muito valiosas sobre o empreendedorismo no Brasil, deixa seu email aqui. Eu garanto que você vai aproveitar muito as dicas!

Antes da gente terminar por aqui eu separei três posts que acho que você vai gostar muito de ver. Tem informações muito poderosas e análises exclusivas que você não pode ficar de fora.

Abraço,

Fred

compartilhe




Fred Estante

Fred Estante

Co-Fundador e CEO da Atmosphere

Engenheiro Físico formado pela Embry-Riddle e Mestre em Engenharia Aeroespacial pela University of Colorado Boulder.

Fred é fascinado por empreendedorismo, big data, crypto, ciência, foguetes, astronomia e mapas históricos. E também é o Fã #1 de De Volta Para o Futuro.